sexta-feira, 13 de agosto de 2021

Minsk

Lukashenko é o que é. Mas, se estiverem atentos às redes sociais, hão de ver que há por aí um núcleo militante que se mantém lealmente favorável à liderança bielorrussa, um regime que consideram perseguido pelo imperialismo americano e pelos subcontratados da União Europeia.

1 comentário:

Jaime Santos disse...

Não é preciso ir muito longe. Há quem o apoie só porque ele é antiocidental e como se sabe, o Ocidente é a fonte de todos os males do mundo. As ditaduras antiocidentais do Passado, Presente e Futuro só o foram, são e serão por causa do Ocidente.

A hipocrisia (e o whataboutism, já agora) é transversal ao espectro político mas está particularmente presente nos extremos. E quanto mais desesperados, pior...

Como é que é aquele provérbio transmontano sobre as juntas de bois?