domingo, 18 de julho de 2021

Nã conhecia!


Dirão: um restaurante tipicamente alentejano, no Alentejo? Isso é novidade? Não é, de facto. Mas este, de que falo aqui, tem duas caraterísticas que, conjugadas, são únicas: é bom (o que também acontece com outros, é verdade) e fui lá almoçar hoje (o que não aconteceu com mais nenhum outro restaurante em todo o mundo).

5 comentários:

Unknown disse...

Uma vez que o senhor embaixador gosta de episódios interessantes e conta-nos muitos, aqui vai um a propósito do texto sobre Vila de Frades.
Fialho de Almeida, intelectual ( pode dizer-se isto deste alentejano) brilhante, tinha como "ódio" de estimação o arquitecto Adães Bermudes, brilhante e de obra vária, com exemplares muito bons como o "banco de Portugal" de Faro. Era um dos "maiores" do fim da monarquia. Fialho desancava-lhe sempre que podia...
No seu testamento o Fialho deixou dinheiro para que se construísse uma escola primária na sua "vila", a de Frades. Mas pôs como condição, com fino humor, que não fosse projectada por ...Adães Bermudes - nem para uma escola primária ele servia...
MB

Luís Lavoura disse...

Não conhecia aquela mulher formosa que está na fotografia? É realmente pena...

Francisco Seixas da Costa disse...

Luis Lavoura. É uma fotografia do site do restaurante…

Luís Lavoura disse...

É uma fotografia do site do restaurante

Acredito que sim. Mas o mais belo e atraente na fotografia é a mulher, não é o restaurante. É aquilo que mais apetece conhecer.

Francisco Seixas da Costa disse...

Que “fresco” me saiu, Luis Lavoura!