sábado, novembro 26, 2022

A última morte de Fernando Gomes


Era uma figura muito simpática de outro tempo do nosso futebol. Jogador típico de área, com uma elegância "oportunista" (no bom sentido), da sua cabeça saíram golos magníficos, "voando entre os centrais", embora não fosse a ele que Carlos Tê dedicou o poema cantado por Veloso. Francisco José Viegas tinha-o "assassinado" (também no bom sentido ficcional) no "Morte no Estádio", mas Fernando Gomes só hoje morreu, depois de longa doença, enfrentada com muita coragem. Um grande nome do futebol português que merece ser lembrado pela nossa seleção.

4 comentários:

Luís Lavoura disse...

"voando entre os centrais", embora não fosse a ele que Carlos Tê dedicou o poema cantado por Veloso

Não foi uma dedicatória. Foram duas linhas do poema:

Tu querias perceber os pássaros
Voar como o Jardel sobre os centrais

referindo-se ao grande Mário Jardel.

Francisco Seixas da Costa disse...

Ó Luis Lavoura! Era a si que o Catroga se referia?

Flor disse...

Que descanse em Paz!

Francisco de Sousa Rodrigues disse...

Um grande viva a um Senhor e grande lenda da bola.

(Essa do Catroga... Muito boa! Hehehe)

A casca da banana

Na política da Madeira, já chegámos à Madeira.