sábado, 9 de maio de 2009

Amigo de Alex

Alexander Ellis é o jovem e brilhante embaixador do Reino Unido em Portugal. Conheci-o há cerca de 15 anos, quando era visita frequente do Palácio da Cova da Moura, onde "arrastava a asa" àquela que é hoje a sua mulher e, à época, era uma diplomata colocada na Secretaria de Estado dos Assuntos Europeus. Depois disso, cruzámo-nos algumas vezes pelo mundo, a última das quais no Brasil, quando por aí passou nas suas errâncias comunitárias.

Porque falo do meu amigo Alex? Porque a "Sábado" me recordou que tem um blogue em português, aliás criado bem antes do meu, com comentários muito interessantes em que, nomeadamente, reflecte um olhar britânico sobre algumas coisas portuguesas. E um dos posts mais recentes fala dos embaixadores do seu país que têm um blogue. Leia aqui.

6 comentários:

Anónimo disse...

Pas mal ! Gostei particularmente do nome do bogue : "Um bife mal passado", apesar de eu os preferir bem passados, os bifes, of course !
Quanto ao blogue, um look pouco atractivo onde a utilizaçao da imagem nao ficaria em nada a perder (fala a ex-publicitaria). Mas sobretudo um Bravissimo pelo dominio da lingua portuguesa e pelo olhar atento...

Julia Macias-Valet
Paris

Margarida Pereira disse...

Vaidades: http://criativemo-nos.blogspot.com/2008/10/alex-ellis.html
E tenho de confessar que apesar de não seguir com a contância merecida (o tempo é um carrasco!), adoro o cavalheiro. A palavra é mesmo essa! É tão... querido! :))
Que sorte ter encontrado o amor por cá!
Que orgulho que uma portuguesa o tivesse arrebatado!
Adoro o sotaquezinho dele, aquele ar de menino-que-nunca-há-de-crescer, a simpatia inequívoca, a mestria diplomática como contorna as questões delicadas... (bem, é a sua função, não é?! :))
Que feliz oportunidade poder afirmá-lo, e logo em tão excelso 'salão'!
Feliz de quem possui amizades galvanizantes assim...
Parabéns, senhor Embaixador! (e um niquinho de inveja, sim, vá, permita...)

Gil disse...

Na verdade, todos os Embaixadores britânicos têm à s ua disposição um endereço institucional para alojar os seus blogs(http://blogs.fco.gov.uk/) e muitos são os que utilizam esse instrumento que o Foreign Office lhes põe à disposição.
Não quererá o senhor Embaixador Seixas da Costa, que está sempre na vanguarda da modernização do MNE e é um exímio blogger sugerir às Necessidades uma ferramenta semelhante?

Alcipe disse...

Por mim, prefiro ter o meu blog pessoal à parte, para separar vida e carreira (tanto quanto possível)...

Gil disse...

E porque não 2 blogs, Alcipe?
Bem sei que aumenta o risco de esquizofrenia pública; mas o reconhecimento dessa esquizofrenia não está também já implícito no "tanto quanto possível"?
Afinal o Emb. Seixas da Costa mantém o Ponto.come e o Duas ou Três Coisas.
Claro, eu sei o quanto a gastronomia preenche alguns "vazios" da actividade diplomática.A literatura não preencherá outros?

Alcipe disse...

Ó Gil, com todo o respeito pela gastronomia, não queiras comparar! O nosso amigo Seixas da Costa tem é uma escrita mais virada para as coisas públicas (quando não envereda pelo memorialismo) e a minha é uma tentativa de um "diário da Índia", onde a minha questão pessoal com a poesia acaba por dominar a maioria dos textos...