sábado, 8 de agosto de 2020

Juan Carlos

Curiosamente, Juan Carlos passou a ter nas mãos o futuro da monarquia em Espanha. Se acaso lhe passasse pela cabeça refugiar-se num país sem tratado de extradição com a Espanha, o trono de Filipe VI, com o qual pactou o seu exílio, ficaria por um fio.

5 comentários:

Anónimo disse...

Vamos lá ver. A justiça espanhola não cessa de somar derrotas judiciais no plano internacional no que toca à questão catalã. Ainda esta semana houve mais uma recusa de extradição por parte da Bélgica. É claro que os independentistas catalães são gente de bem a lutar pela autodeterminação do seu povo enquanto que este ex-rei parece ser um corrupto a lutar pela sua carteira. Ainda assim, não me admirava nada que eles deixassem o juanito em paz, tão ocupados que estão a perseguir os catalães.

dor em baixa disse...

Num caso de corrupção(ões) a justiça não fará nada, claro. Pior ainda é o filho dele, por ser seu filho, ser o chefe do estado. A isto a democracia também não faz nada.

Corsil Mayombe disse...

Os agentes imobiliários, Marcelo Rebelo de Sousa,Lili Caneças,Brito e Cunha,já se encontram em campo,no sentido de albergarem Juanito em Cascais...!

Corsil Mayombe disse...

À att.:
"dor em baixa"

São devaneios da... DEMOcracia !

Anónimo disse...

Porque razão apenas os nomes dos monarcas espanhóis não são traduzidos? "Felipe"? "Juan Carlos"?

Se se diz Isabel, Carlos, André, Carolina, Balduíno, Eduardo, Guilherme, Gustavo, etc...