segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Guadalajara


Ontem, terminou em Guadalajara mais uma edição da Feira Internacional do Livro que anualmente tem lugar naquela cidade mexicana. Este ano, Portugal foi o país convidado, pelo que aí contou com a presença de dezenas de escritores e editores, que participaram em inúmeras iniciativas. Livros traduzidos em espanhol, de autores portugueses, estavam à venda por toda a feira. O nome de Portugal andou um pouco por todo o lado.

Mas igualmente se tem falado muito de Portugal, em Guadalajara, por uma outra boa razão: uma empresa portuguesa - a Mota-Engil - acaba de executar, depois de quatro anos de trabalhos, a construção do metropolitano da cidade, uma obra que fica a marcar muito positivamente a imagem da engenharia e da construção portuguesas.


2 comentários:

Luís Lavoura disse...

Livros traduzidos em espanhol

Que eu saiba, na América Latina diz-se "castelhano", nunca "espanhol".

Anónimo disse...

Luís Lavoura, e como é que se diz "coca-bichinhos"?

PS: está errado - os dois termos são usados.