sábado, 5 de junho de 2021

Pê Ésse

Não faço parte de quantos querem dar conselhos a António Costa. Só gostava de notar que o seu silêncio, perante a expressão pública de confrontos entre personalidades altamente colocadas no partido, não é nada saudável. E isto é um amigável “understatement”, claro.

1 comentário:

Jaime Santos disse...

Há silêncios, Sr. Embaixador, que dizem mais do que livros inteiros. São o que se chama os silêncios cúmplices. E António Costa é um especialista na gestão das palavras e dos silêncios...