sábado, 12 de junho de 2021

Marco Maciel


Era um “gentleman”, um homem de diálogo, uma voz moderada, um amigo certo que Portugal tinha no Brasil. 

Morreu Marco Maciel, antigo vice-presidente brasileiro, no tempo de Fernando Henrique Cardoso, um senador respeitado em todos os quadrantes políticos. 

Foi através dele e do padre Aleixo Brandi que tive o gosto de colaborar na organização, no Brasil, das comemorações dos 400 anos do nascimento do padre António Vieira, com eventos de vária natureza, que tiveram o seu ponto alto numa cerimónia histórica no Senado brasileiro.

Fisicamente, Marco Maciel era uma figura “modiglianica”, alto e muito magro, o que lhe valeu o epíteto risonho de “mapa do Chile”. Tinha sempre um sorriso para todos, uma palavra de serenidade, quase contrastante com o perfil caricatural muitas vezes atribuído a políticos pernambucanos. 

O nosso pesar para a sua família, em especial para a viúva, dona Anna Maria.

Sem comentários: