quinta-feira, 3 de junho de 2010

UTAD

No dia 19 deste mês, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) irá eleger um novo reitor. A respetiva Comissão Eleitoral, a que presido por inerência de idênticas funções no Conselho Geral da universidade, admitiu duas candidaturas - um cidadão português e um cidadão inglês.

A circunstância de estrangeiros concorrerem a lugares de reitor de estabelecimentos de ensino superiores portugueses não é inédita. Julgo, porém, digno de particular registo que as universidades portuguesas comecem a tornar-se apelativas para académicos do exterior. Essa é a melhor prova da sua vocação para a internacionalização e um testemunho indireto do seu crescente prestígio num espaço universitário mais alargado.

A UTAD está hoje inserida num ambiente universitário português altamente competitivo, o que a obriga a fazer uma reflexão estratégica muito profunda, com vista a tentar definir os melhores caminhos para o seu futuro. A circunstância da eleição de um novo reitor ter lugar precisamente neste tempo de grande exigência acaba por constituir uma excelente oportunidade para levar a cabo um debate profundo e alargado que, partindo das propostas de ação dos candidatos a reitor, envolva todos os seus órgãos e academia em geral. Espero que a UTAD acabe por sair reforçada deste interessante período de auto-análise e que o conjunto da comunidade académica em que se insere possa vir a ficar com ideias muito mais claras sobre o que, com realismo mas também com ambição, é possível esperar da sua atividade futura.

4 comentários:

Anónimo disse...

"Espero que a UTAD acabe por sair reforçada..."(FSC:2010)
Eu também.Sinceramente.
Isabel Seixas

JP disse...

FYI:
Nas últimas eleições da FCSH-UNL, existiam 4 candidatos estrangeiros, para um português.
Com "sorte", ganhou o produto nacional.
Coisas...

Anónimo disse...

Com sorte...

Anónimo disse...

Em tempo de crise é importante rapidez de acção: estamos a dez dias das eleições e a academia já sabe quem será o novo reitor e qual a composição de toda a sua equipa de colaboradores.....Isto chama-se não perder tempo.....