sábado, 23 de junho de 2018

Oportunismo

Sou do tempo em que se acusava Tiago Brandão Rodrigues de ser um títere, à frente do Ministério da Educação. Para esses críticos, Mário Nogueira era o verdadeiro ministro. Por essa razão, todas as decisões de Brandão Rodrigues eram más e perniciosas para o país.

Nos dias de hoje, Brandão Rodrigues resiste às pressões sindicais e está em conflito aberto com Mário Nogueira. Este passou agora a ser olhado com outros (oportunistas) olhos. Porquê? Ora essa! Porque o que é preciso e continuar a dizer mal de Tiago Brandão Rodrigues, isto é, do governo.

3 comentários:

Manuel Silva disse...

Senhor Embaixador:
Acertou na «mouche», como se costuma dizer.
Eu chamo a esta nova postura de muitos direitolas argumentos de geometria (política) variável, que se traduz, não em tolerância, mas simpatia para com o guerrilheiro barbudo Nogueira.
Assim como para com a (anteriormente) esganiçada Mariana Mortágua. que é citada amiúde com simpatia.
Ao que chegámos de irracionalidade na política.
Mas muitos esquerdolas, noutras situações, têm comportamentos irracionais comparáveis.
Restam uns maduros entalados no meio destes dois grupos de radicais fundamentalistas, que estão muito bem uns para os outros, os quais têm cada vez com menos espaço de afirmação.
Até quando?

Anónimo disse...

Senhor Embaixador
A presente atitude do Ministro deve-se a nao haver dinheiro segundo Centeno.O que e verdade.\E dificil nao verificar que este setor do governo,infelizmente, tem andado a reboque do snr Nogueira E a vida
Afinal a malfadada austeridade ainda nao acabou....
Bom fim de semana
Liberal Correia

Anónimo disse...

A minha visão é que esta treta a que chamaram de geringonça está prestes,como seria previsível,está prestes a acabar.Este funcionarísmo público não quer,não gosta!