quarta-feira, 6 de junho de 2018

Jorge Jesus


Não gostei da escolha de Jorge Jesus para treinador do (meu) Sporting. E disse-o então por aqui. Embora tivesse dele a imagem de alguém que sabia bastante de futebol, o seu estilo e o seu perfil público pareciam-me “casar” demasiadamente bem com a figura que titulava a direção do clube - aquele cromo inenarrável que um dia nos saiu na rifa e cujo nome não grafo aqui. Não me enganei em relação ao jaez não classificável deste último. Mas falhei redondamente quanto a Jorge Jesus. Por um lado, não é tão bom treinador quanto eu pensava: construiu um plantel a seu gosto, o mais caro do país, mas deu-lhe um aproveitamento apenas sofrível (mesmo descontando as culpas alheias dos últimos tempos). Mas, por outro, no seu jeito simplório e com a expressão oral limitada que é a sua, revelou ser uma muito respeitável figura humana, com grande dignidade no comando técnico da equipa de um clube “ao deus dará”. Não conheço pessoalmente Jorge Jesus, mas fiquei com uma grande consideração por ele. E só lhe quero desejar a maior sorte na sua vida profissional futura.

6 comentários:

José Martins disse...

Senhor Embaixador,
O verdadeiro Jorge Jesus vai ser encontrado na Arábia Saudita!!! Clima (vivi lá 6 anos) e relacionamento com os jogadores. Criou fama e deitou-se a dormir... vai acabar a carreira no Oriente. Um artista e um excelente vendedor de banha de cobra.
Saudações de Banguecoque

Luís Lavoura disse...

aquele cromo inenarrável que um dia nos saiu na rifa

Ele não saiu na rifa: ele foi votado e repetidamente ratificado pelos sócios do Sporting. Ele foi escolhido, ele foi ungido, ele foi apreciado. Mesmo depois de todas as ordinarices que disse e de todas as sugestões parvas que fez, os sócios do Sporting voltaram a votar nele. Não, ele não saiu na rifa.

Diógenes disse...



Como dizia o meu avô: "de uma má moita por vezes salta um bom coelho"

Anónimo disse...

Até dou de barato o "cromo" mas as campanhas vergonhosas em todas as TVs contra o "cromo" são organizadas por quem ? Escumalha ?
Quando se souber a verdade toda veremos… e olhe que já não vai faltar muito tempo para sabermos.

Sportinguistateu disse...

Inexplicável como se chegou a isto.

Este Bruno só foi possível, num país e numa época em que para aparecer um banqueiro ou primeiro ministro ou presidente de clube, basta dar um pontapé numa pedra.

francisco júnior disse...

Add seus posts aqui ---> https://www.divulgalink.com.br/