sábado, 30 de maio de 2009

Pauleta

Pedro Pauleta é um futebolista a quem - há que dizer isto bem alto - Portugal não deu nunca o reconhecimento que lhe seria devido. Talvez por nunca ter jogado na divisão principal do futebol português, talvez por nunca ter integrado qualquer dos seus três maiores clubes, Pauleta acabou por não ter, em Portugal, a grande homenagem que a sua excepcional carreira justificaria. E, no entanto, estamos "apenas" perante o melhor marcador de sempre das nossas selecções nacionais, autor de golos que marcaram positivamente o destino de muitos dos 88 jogos em que vestiu a camisola de Portugal.

Jogador correctíssimo e com forte personalidade, figura simples e de grande simpatia pessoal, deixou nos estádios e nos adeptos franceses uma imagem extremamente positiva, para além de ter dado, durante anos, fortes alegrias aos portugueses e luso-descendentes. Por aqui ganhou campeonatos de França pelo Girondins de Bordeaux e pelo Paris Saint-Germain (PSG), sendo o maior marcador de sempre da história deste clube. Antes, havia sido campeão de Espanha pelo Deportivo de Coruña.

Como embaixador de Portugal, entendi não dever deixar passar o momento em que o PSG comemora o "jubilé" de Pedro Pauleta sem lhe prestar uma singela homenagem na nossa Embaixada, durante um almoço que hoje teve lugar. Nele reuni amigos de Pauleta e dirigentes do PSG, o clube que mais o tem acarinhado, do qual é agora "embaixador" pelo mundo e que, também por essa razão, se terá convertido naquele que hoje concita o maior apoio entre os portugueses e luso-descendentes em França.

Amanhã, lá estaremos todos a dar a Pedro Pauleta, no ambiente quente do seu Parc des Princes, um abraço de amizade e reconhecimento. O governo da Região Autónoma dos Açores aceitou a sugestão para se associar a este evento e, desta forma, as ilhas de Pauleta lá irão também, com a sua música e as suas tradições, estar representadas nesta justa homenagem pública.

3 comentários:

Anónimo disse...

Comovente e justo. Nao vou ao futebol, mas solidarizo-me com esta homenagem merecida.
E é importante que o Embaixador de Portugal, precisamente aqui em Paris, reconheça este mérito a Pauleta...
José Barros.

Paulo M. A. Martins disse...

Iniciativas destas, o reconhecimento do mérito, quando muita gente permanece tão desatenta..., só mesmo de um Embaixador de Portugal por EXCELÊNCIA!

Bem Haja, Embaixador Francisco Seixas da Costa!

Paulo M. A. Martins
Fortaleza (CE) - Brasil

Anónimo disse...

Um Embaixador pode ser um grande Senhor. E o Senhor é-o

Ricardo Teles