sexta-feira, 31 de maio de 2019

Luso-americanos


Foram mais de duas horas de um excelente debate, com mais de duas dezenas de congressistas e senadores americanos, de ascendência portuguesa.

Depois de Paulo Portas e de eu próprio termos apresentado as nossas visões sobre o estado das Relações Transatlânticas, nestes tempos de Trump, a conversa evoluiu, com base nas várias perguntas, para a China, a União Europeia e o Brexit, a Nato e um conjunto de outros temas de natureza internacional. É sempre muito interessante poder debater tendo por base “olhares” que se afastam bastante daqueles que encontramos no nosso dia-a-dia.

Após este painel, os políticos americanos iriam ainda ouvir o presidente Marcelo Rebelo de Sousa, como já antes tinham ouvido Rui Rio, o presidente do governo regional dos Açores e o ministro da Economia, entre outras personalidades, desde líderes de fundações a cientistas e empresários. Estou certo que regressarão aos EUA conhecendo um pouco melhor o país a que se sentem ligados.

Parabéns à Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD) e à sua dinâmica presidente, Rita Faden, por esta bela iniciativa, em que tive imenso gosto em participar.

(Para um “cheirinho” do debate, pode ler aqui)

1 comentário:

arber disse...

Entretanto, Sr. Embaixador, gostaria muito de conhecer a sua opinião sobre as esquisitas declarações do nosso PR, nas quais se pode ver uma clara intenção de intervir activamente na vida política, contra o Governo do PS.
Pois que outro sentido se poderá atribuir à necessidade de contrabalançar o aumento de poder do PS?!
Costa que se cuide!...