sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Frutuoso de Melo


É uma boa notícia a indigitação de Fernando Frutuoso de Melo para a chefia da Casa Civil do futuro presidente da República. Trata-se de um qualificado funcionário europeu, com grande e diversificada experiência, que se espera possa vir a ajudar Marcelo Rebelo de Sousa nos anos que aí vêm.

É verdade que nem sempre a presença de uma figura de qualidade à frente da estrutura de Belém é garantia segura de eficácia da ação do presidente. Nos seus dois mandatos, Cavaco Silva teve como seu "braço direito" Nunes Liberato, um homem sério, capaz e com um indiscutível recorte de servidor público. E a Presidência foi o que se viu!

As presidências são os presidentes. Nenhuma presidência é eficaz se o presidente não "ajudar"...