quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Olheiros

Nas últimas horas, apareceu na nossa imprensa uma nova categoria de observadores da atualidade: os vaticanistas. Uma designação que já é assumida sem sorrisos. 

Os tempos mudaram: antes havia os kremlinólogos. Nunca dei conta que houvesse "White house watchers" ou os "number 10 decrypters". Talvez em Moscovo.

Por cá, seriam os belenólogos, já que S. Bento é um nome que se torna demasiado complicado para se poder identificar, de uma penada conceptual, quem olha o que se passa naquela casa.

16 comentários:

Defreitas disse...

On ne dira jamais assez à quel point le milieu des "vaticanistes" est un nid de frelons. La chasse au scoop y frôle trop souvent le ragot, voire la calomnie. Mais la nébuleuse s'y prête.

Combien rêvent de pénétrer dans la Bibliothèque Apostolique Vaticane !
La somme de connaissances qui s'y trouve serait incommensurable.

Elle comporterait des ouvrages dangereux... pour l'Église Catholique et Romaine, elle-même : des évangiles, épîtres et autres documents datant des II°, III° et IV° siècles, jamais publiés et pour cause. Ces écrits seraient révélateurs de mensonges et mettraient en cause les fondements mêmes du christianisme. Il existait une quantité de sectes, à l'origine, des plus ascétiquement morbides jusqu'aux plus orgiaques pratiquant des sacrifices. Les archives relatent les luttes intestines de pouvoir, au sein du Vatican, compromissions politiques ; celles de Qumram et des livres interdits, satanistes, un évangile apocryphe de Jésus et Thomas. Tous ces documents peuvent faire sauter tous les dogmes et la légitimité, alléguée, de l'Église de Rome.

Il y aurait surtout, outre quantité de livres pornographiques confisqués par l'église, les minutes des procès instruits par la sinistre Inquisition, les guerres de religion, les complots. Enfin, une très importante collection d'objets d'arts côtoient la poussière récurrente.

La plupart de ces archives ont été numérisées. Appartenant au patrimoine de l'humanité, il est inadmissible qu'elle reste encore détenue par une organisation religieuse qui s'est appropriée l'Histoire par la confiscation, la torture inquisitoriale. Il convient que l'opinion publique s'en émeuve car tous les Humains ont le droit imprescriptible à la Connaissance.

Puisque Benoît XVI a fait sauter un "tabou", ce serait bien que celui-ci saute aussi.

J. de Freitas

Defreitas disse...

O Senhor Embaixador escreve : " Nunca dei conta que houvesse "White house watchers" ou os "number 10 decrypters".

Creio que sim: WIKILEAKS ! Mas o establishment não o deixam em paz !

J. de Freitas

patricio branco disse...

prefiro sovietólogos que é mais simples que kremlinólogos...
vaticanista está bem, até eu me sinto vaticanista neste momento...

Anónimo disse...

São Bento dá os Beneditinos, ou estarei enganado?

EGR disse...

Senhor Embaixador: estou a ficar completamente estonteado- admito que seja fragilidade minha- com o que se passa em torno da resignação do Papa.
Desde a carta do Presidente da Republica,as declarações do Ministro dos Negócios Estrangeiros, até ao rodopio de entrevistas a figuras da Igreja chego a pensar que,afinal,vivo num estado confessional.

Anónimo disse...

Quando, desde o PR ao MENE, a propósito da resignação do Papa, se vê (e lê) o que se sabe, é caso para dizer que este país “está como o realmente”.
a) Francamente

domingos disse...

Como se diz lá pelo Alentejo: albardem-se os burros à vontade do dono!

jj.amarante disse...

A inexistência de observadores de Washington ou de Londres explica-se pelo facto de serem nossos aliados pelo que, eventuais dúvidas sobre intenções dos governos desses países se esclarecem através da diplomacia. Kremlinólogos faziam mais sentido no tempo da guerra fria, dado que não se podia esperar grande abertura dos sovietes para nos explicarem os seus planos. Curiosa a omissão dos sinólogos que devem agora estar empregados em consultoras a trabalhar na China. Criar uma categoria de "vaticanistas" parece-me bastante extemporâneo, Portugal tem uma história de relações com o Vaticano longa e intensa, para perceber melhor o que se passa bastaria falar com alguns dos membros da igreja católica portuguesa. Não o fazer corresponde um pouco a considerar que, à semelhança do kremlin, os membros da igreja católica portuguesa não são de confiança para nos caracterizar com verdade o que se passa no Vaticano.

Defreitas disse...

O melhor "vaticanista" ainda é o papa ele mesmo, quando apelou hoje ao fim da "hipocrisia religiosa" e "rivalidades" dentro da Igreja Católica.
""Penso nos ataques à unidade da Igreja, nas divisões no corpo eclesiástico", frisou perante os cardeais, apontando a incoerência dos que se insurgem contra "os escândalos e injustiças naturalmente cometidas por outros" mas que não estão "prontos a agir no seu próprio coração, consciência e intenções".
J. de Freitas

Defreitas disse...

Quando os" vaticanistas" tiverem acabado de dissecar as verdadeiras razoes da demissão do papa Benoît XVI , veremos que a traição dentro do clã dos íntimos do papa, e a publicação dos documentos que demonstram as tensões entre os clãs do Vaticano, , assim como a descoberta da homossexualidade de Dino Boffo, diretor do "Osservatore Romano", ou ainda a impossibilidade de extirpar os escândalos financeiros no seio da IOR acusada de branquear capitais ilícitos, tudo isso deve ter contribuído para a decisão do papa. Este banco que Joseph Ratzinguer , antes de ser eleito papa, já tinha acusado de "sujidade" dentro da Igreja, e que é uma parte da gangrena do sistema.
A ruptura do papa com este sistema gangrenado é compreensível;

Anónimo disse...

Bom dia, Senhor Embaixador

De Londres lhe escrevo a relatar o por aqui vai. Como bem sabe nesta ilha os olheiros nao se ficam por ai: va de apostar em tudo, sob qualquer pretexto. Acabo de verificar a loja de apostas "Paddy Power" e os "odds" vao:

Archbishop Angelo Scola (Italy) 7/2

Cardinal Peter Turkson(Gana) 4/1

Cardinal Odilo Sherer (Brasil)8/1

Cardinal Ivan Dias (India) 100/1

Cardinal Jose da Cruz Policarpo (Portugal) 100/1

Father Dougal Maguire (Craggy Island) 1000/1

Para quem tiver inclinacao de apostar no Father Maguire, um conselho de amigo - tem mais possibilidades de ganhar se comprar uma raspadinha...

Deixo aqui um desafio: os leitores deste blogg sabem exatamente onde fica "Craggy Island"? Vamos a palpites?

Saudades de Londres

F. Crabtree

patricio branco disse...

...e a ilustração da entrada?

Defreitas disse...

Numa viagem que fiz a Hobart, na Tasmânia, ouvi falar de Craggy Island. Perhaps ?

Anónimo disse...

Bentólogos, para S. Bento e para o Vaticano (isto é que é economizar!, 2 em 1), necessitólogos, portólogos, passólogos, relvólogos, gasparólogos, barólogos e tanti quanti andam por aí a gozar com o povómetro.E depois: bpnómetros, bppómetros, oliveirómetros, resendómetos... e o pessoal a ver os vigaristas passar, incólumes, engravatados, gente do melhor, dos melhores colégios, das melhores famílias. Tenho confessionário nas imediações dos melhores colégios, das melhores igrejas e das melhores empresas. Posso confessá-los e absolvê-los, se........., em contrapartida,..... me pagarem um faisão na capital do móvel, na Quinta do Lago, no Solar da Rede...

Isabel Seixas disse...

Por cá Beatólogos, unisexo claro...

Isabel Seixas disse...

Ah e como convém , claro sem Ciência do Sex Appeal.