sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Norte-Sul ou North-South?

Mês novo, vida nova. Assumi hoje funções como novo diretor executivo do Centro Norte-Sul do Conselho da Europa. A sede é num belo edifício da Lapa, em Lisboa.

A equipa que comigo passa a colaborar, e com a qual já reuni, é bastante jovem, oriunda de vários países, esmagadoramente feminina e, pareceu-me, muito motivada para trabalhar pelo futuro de uma estrutura que, a meu ver, tem condições para dar um forte contributo ao trabalho do CdE. Ou muito me engano ou em Estrasburgo vão ouvir falar de nós.

Em complemento do post de ontem, não deixa de ser curioso passar a trabalhar, em Lisboa, num "ambiente" onde o inglês (e, mais residualmente, o francês) é a língua normal de trabalho.  

26 comentários:

jj.amarante disse...

Eu diria Sul-Norte ou então South-North.

Janus disse...

E não seria possível que a lingua mais usada fosse/seja o Português?

Anónimo disse...


"Os que têm muito a esperar e nada a perder serão sempre perigosos".



~ Frase de Edmund Burke



Alexandre

Anónimo disse...

Boa sorte, Senhor Embaixador. Vou continuar a tratá-lo como Embaixador de Portugal, pois tenho para mim que é o que vai continuar a sê-lo. Bem haja por tudo o que lhe é devidamente reconhecido que pode fazer no eixo Norte-Sul ou North-South. A língua que mais utilizarem em trabalho se fôr a inglesa, só me dá contentamentos... na medida em que os nossos governantes quando voltaram as costas "aos anglo-saxões" só nos trouxeram "descontentamentos"!

Anónimo disse...

Há o lado tiórico, e o lado prático
José Barros

Alcipe disse...

Allo! Allo! Strasbourg attend...

Francisco Seixas da Costa disse...

As línguas de trabalho do CdE não incluem o português. Sorry!

Alcipe disse...

Allo! Allo! Strasbourg a l'écoute.

Anónimo disse...

C'est Nord-Sud, Monsieur

à) Rivarol

Anónimo disse...

Há contradições!
01 – Chinês (1.025.000.000)
02 – Espanhol (500 milhões)
03 – Hinti- urdu (490 milhões)
04 – Inglês (450 milhões)
05 – Árabe (440 milhões)
06 – Russo (250 milhões)
07 – Bengali (250 milhões)
08 – Português (220 milhões)
09 – Japonês (123 milhões)
10 – Alemão (118 milhões)
_______________

1-Mandarim 1 bilhão e 200 milhões
2-Inglês 510 milhões
3-Hindu 490 milhões
4-Espanhol 425 milhões
5-Árabe 255 milhões
6-Russo 254 milhões
7-Português 218 milhões
8-Bengalês 215 milhões
9-Malaio 175 milhões
10-Francês 200 milhões

Julia Macias-Valet disse...

Cher Alcipe,

Notre scribe vient de nous informer que c'est l'anglais la langue de travail et puis il faut leur donner du temps pour répondre...quand même ;)

gherkin disse...


Felicidades e bom sucesso no novo posto!
Gilberto Ferraz

Angie disse...


Olá Lisboa!
Apetece-me dizer que a mim também me acontece o mesmo em relação à uso do inglês!
mas os nossos estrangeiros tentam com muito esforço aprender a falar português porque há muitas raparigas bonitas portuguesas no escritório!

Helena Sacadura Cabral disse...

Tenho estado a olhar o edifício. É-me familiar, mas ainda o não reconheci. Vou ao Google Earth a ver se o apanho à secretária.

Alcipe, meu caro, prepare-se!

patricio branco disse...

meus votos: os maiores exitos nas novas funções.
ps. esse palacete não foi já a embaixada (chancelaria) do reino unido? parece

PPP Lusofonia disse...

Bom trabalho e bom sucesso nesta nova missão importante!

Anónimo disse...

Senhor Embaixador, felicidades para as novas funções.

Isabel BP

São disse...

Ainda está no estúdio da RTP, onde foi convidado de "Hora de Fecho".

Gostei da sua intervenção sobre o Mali, mas não será a solidão da França consequência de uma falta de política externa da pseudo-União Europeia?


Que tenha muito sucesso nas tarefas agora iniciadas!

Anónimo disse...

Caro Embaixador:
Muitos parabéns pelo novo cargo no Centro Norte-Sul do CE, organização de que guardo saudades. Durante seis anos representei Portugal no Comité de Educação.
Obrigada pelo apoio na Conferência.
Até breve,
Maria Eduarda Boal

Anónimo disse...

Sucesso!!

N371111

Helena Sacadura Cabral disse...

Que pena não ter visto o programa... Vou apanha-lo na net.
Mas, em compensação já sei onde é o edifício. Só não lobriguei a secretária (de trabalho, entenda-se!).

Helena Oneto disse...

Carissimo Senhor Embaixador,

Que lindo edificio! Transferiram a sede do Centro Norte-Sul do Saldanha para a Lapa para ficar mais perto da sua casa?

Isabel Seixas disse...


Pois, Sr. Embaixador nem teve tempo para respirar, mas que bom poder aplicar os Seus multiplos saberes a uma causa justa.

" não deixa de ser curioso passar a trabalhar, em Lisboa, num "ambiente" onde o inglês (e, mais residualmente, o francês) é a língua normal de trabalho." In FSC

Curioso?!!!
Estou a imaginar( o desconforto)que e como seria em Espanha?...

patricio branco disse...

é curioso ouvir nacionais de certos países falarem linguas estrangeiras. Os brasileiros e os espanhóis são imediatamente identificaveis. penso que devemos falar linguas estrangeiras não tentando disfarçar a nossa origem, mas acrescentando lhe a nossa origem. mais interessante dizer trés bien que terrés bien (gutural)

patricio branco disse...

copiei a sua entrada numa pg de fbk, ok?

João de Deus disse...

Em que língua seja, votos de muito sucesso!