segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Manuel Pinto Machado


Conheci Manuel Pinto Machado há muitos anos, quando era um colaborador muito próximo de Adelino Amaro da Costa. Fomo-nos encontrando por aí, ao longo dos anos, nomeadamente ao tempo em que foi a figura central da UCCLA.

Há pouco mais de um ano, tive o gosto de o encontrar, aquando de uma palestra que fiz no Instituto Democracia e Liberdade - Adelino Amaro da Costa, a  que ele me deu o gosto de assistir. Conversámos então pela última vez, como a imagem documenta. Soube agora que a vida lhe pregou a partida decisiva. Aqui fica o registo sentido.

2 comentários:

Francisco Pinto Machado disse...

Meu Caro Sr. Embaixador, deram-me nota do seu simpatico comentário sobre o meu Pai pelo que aqui lhe venho agradecer a nota. Muito simpatico! Obrigado Francisco Pinto Machado

Francisco Seixas da Costa disse...

Caro Francisco Pinto Machado. Não tem nada que agradecer. O seu Pai era um homem de bem, fiel aos seus princípios, frontal como deve ser quem é orgulhoso das suas razões. Não navegávamos nas mesmas águas políticas, mas isso nunca impediu que, entre nós, tivesse sempre subsistido um ambiente muito cordial de diálogo, talvez porque ambos comungávamos da preocupação sobre o futuro dessa "coisa" essencial que é Portugal. Deixo-lhe um abraço pessoal de pesar, extensivo à sua Família.