segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

A importância de uma letra


Foi em Nova Iorque, há já uns anos. Aqueles nossos amigos brasileiros haviam encontrado numa rua um casal conhecido. da mesma nacionalidade, que partia de regresso ao Brasil no dia seguinte, no termo de um período de férias. Os nossos amigos, também turistas, que ficavam um tempo mais na cidade, sugeriram então juntarem-se os quatro para jantar nessa noite, num belo restaurante, do lado de Brooklin, com uma vista deslumbrante sobre Manhattan - o "River Cafe", cenário de muitos filmes. Encontrar-se-iam lá, a uma certa hora, ficou combinado.

Chegados ao restaurante, os nossos amigos começaram a estranhar o atraso dos dois restantes convivas. Com o tempo a passar, e imprudentemente não tendo ficado com os mútuos números de telefone, decidiram jantar só os dois. Alguma confusão ou dificuldade de última hora deveria ter havido.

Regressados ao Brasil, quase esqueceram a cena, até porque viviam em cidades diferentes. Um dia, os homens de ambos os casais encontram-se e o meu amigo diz para o outro: "Então, lá em Nova Iorque, vocês nunca chegaram a aparecer...". O "faltoso" responde : "Essa agora!! Então vocês marcaram aquele estranho lugar e, afinal, acabaram por não ir!" E explicou que tinha chegado bem à hora, com a sua mulher elegantemente vestida para um local de luxo e que se havia confrontado com um sítio um pouco "bizarro", nada condizente com o cenário para um jantar requintado, como esperavam.

O meu amigo estava siderado! Mas afinal que diabo de local era esse, onde tinham ido parar? O outro explicou que tinha dado o nome do restaurante que ele lhe tinha indicado à pessoa que estava no balcão do seu hotel, pedindo para esta descobrir o endereço e chamar um taxi. Lá chegados, o ambiente pareceu-lhes desde logo muito pouco adequado, mas entraram e aguardaram. Como os meus amigos não chegavam, e porque aquilo era um espaço um pouco constrangedor, decidiram regressar ao hotel.

Consciente de que havia algo de errado, o meu amigo perguntou: "Mas onde é que o taxi vos levou?" Ao que o outro explicou que foi ao "Rivera Cafe"! Os infelizes tinham aportado a um sinistro "Rivera Cafe", em lugar de irem para o elegante "River Cafe". Era "apenas" a diferença entre a noite e o dia...

Há pouco, ao descobrir a página do "Rivera Cafe" no Facebook, dei-me conta um comentário inserido por alguém nessa página, que diz tudo: "worse place I ate in a long time"...

3 comentários:

Majo disse...

~~~
Rsrsrsrsss...

Belíssima esplanada!

~ A do River Cafe...

Excelente semana de fim do «Ano Velho».
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Anónimo disse...

Parece uma história inverosímil. Quem quer que vá a NYC quase tropeça no River Cafe!

ARPires disse...

Mais uma bonita "estória" e ainda melhor contada.
Sr. Embaixador tem de pensar bem em colocar todas estas "estórias" e são muitas com certeza em registo e formato A5, pois será a garantia de que vão eternizar-se.
Aqui há sempre o perigo de uma apagão.
Aproveito a desejar-lhe para 2016 a realização dos sonhos mais difíceis.
Receba um caloroso e transmontano real abraço.
Armando Pires