terça-feira, 23 de abril de 2013

Dinheiro em Caixa

Ouvimos hoje de um governante a indicação de que irão ser dadas ordens muito claras à Caixa Geral de Depósitos no sentido de reforçar as linhas de crédito às pequenas e médias empresas, como forma de favorecer a exportação e fornecer meios financeiros para estimular a economia. E a engrossar a voz para que o resto da banca reduza os seus "spreads".

É tão bom poder ter uma banca ao qual o Estado possa dar ordens, não é? Por uma questão de coerência, espero, com ansiedade, ver sair a terreiro, liberalmente escandalizados como a decência recomenda, todos quantos defenderam a privatização da Caixa, cujos nomes por caso já esqueci.

5 comentários:

Anónimo disse...

Não seja modesto, diga lá os nomes...


Alexandre

Anónimo disse...

Mas... foi preciso 2 anos para achar que esta é uma boa decisão? E vá lá que não a privatizaram!

Anónimo disse...

Dir-se-ia que a 'velha senhora' minha amiga perdeu toda a confiança no sistema e sonetilha, muito triste
(desesperada não ainda não
que o alvarinho dá consolação):

dinheiro em caixa
a caixa encaixa
dinheiro em caixa?
será que o baixa?

bê ene pê?
e bê cê pê?
é swat ou quê?
logo se vê?

ladrões à solta
dinheiro à volta
sem ter escolta
se vai não volta

revolução
é solução?

Anónimo disse...

Errata:
No 7º verso do sonetilho da velha senhora leia-se 'swap' e não 'swat' como por lapso escrevi.
Mes excuses à senhora, ao autor e aos leitores do blogue.

Isabel Seixas disse...

Até porque hoje é 25 de Abril e apesar de adulteradas ad nauseum algumas das suas intenções iniciais, oh se é bom saber que há ainda instituições que resistem à gula das privatizações (por quanto tempo?...)e apesar da era do ceticismo acreditemos que é por mérito próprio, ou porque ainda dá jeito?...