segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Refugiados


A beleza desta fotografia, que mostra refugiados a caminhar através da Eslovénia, lembra que os caminhos da tragédia na Europa estão muito mais próximos de nós do que às vezes supomos.

4 comentários:

pvnam disse...

Existem 'globalization-lovers' (UE-lovers e afins) em todo o lado... a mim, pessoalmente, não me faz diferença nenhuma... ok, mas, agora... os 'globalization-lovers' que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa!
-» Nota 1: Existem 'globalization-lovers'... e existem 'globalization-lovers' nazis (estes buscam pretextos para negar o Direito à Sobrevivência das Identidades Autóctones).
-» Nota 2: Nazismo não é o ser 'alto e louro', bla bla bla,... mas sim... a busca de pretextos com o objectivo de negar o Direito à Sobrevivência de outros.
.
Pelo Direito à Sobrevivência das Identidades Autóctones:
-» http://separatismo--50--50.blogspot.com/
(antes que seja tarde demais)
.
.
P.S.
É preciso dizer não ao nazismo democrático e sim ao separatismo, isto é: é preciso dizer NÃO àqueles que pretendem determinar/negar democraticamente o Direito à Sobrevivência de outros.

manuelpereirabarros Meira disse...

Caro pvnam: o sermão está bonito,mas temos que ir ao essencial: O grande país democrático e importante membro da OTAN que começou,desde Mossadegh,todas as guerras no Próximo e Médio Oriente, agora, assobia para o lado,quanto a refugiados. Que o facto pareça não lembrar a ninguém não basta para que pessoas mediamente sérias o ocultem.Sejamos honestos;falemos dos responsáveis!

septuagenário disse...

A Europa vai pagar todas as asneiras e tiros nos pés.

Os Afro-asiáticos e África estão a pedir responsabilidades à Europa.

Joaquim de Freitas disse...

Os milhões de oprimidos que se puseram em marcha na direcção das terras do Ocidente , fazem parte desse mundo Oriental que a Europa explorou primeiro, ignorou depois e atacou em seguida, criando o caos. A factura para o pagamento estende-se do Iraque, à Siria, e da Turquia à Eslovénia!

Ninguém repara, que se Blair confessa agora a sua parte de culpa nesta tragédia, os outros, e sobretudo os EUA mantêm um silêncio pesado. Porque foi o Ocidente, a NATO, os EUA, e a ONU que abriram a caixa de Pandora.
Libertaram os demónios do inferno, e as vítimas vêm fazer contas connosco. A conta será pesada.