sábado, 2 de fevereiro de 2019

10 anos


Passam hoje dez anos - uma década, caramba! - desde que iniciei este blogue. Dizia o Paulo de Carvalho, na canção, “dez anos é muito tempo”. E é! 

Desde 2 de fevereiro de 2009, data da minha chegada a Paris, até ao dia de hoje, decorreram quase 3650 dias. Foram 6674 posts os que, entretanto, aqui surgiram publicados. Foram muitas horas dedicadas, retiradas a outras dimensões da vida - a família, os amigos, os livros, os filmes. Mas fi-lo sempre com gosto, sem o menor sacrifício, às vezes, porém, já com alguma falta de imaginação e um natural cansaço.

Não houve nenhum dia em que por aqui não deixasse algo, chovesse ou fizesse sol, com doenças ou sem elas, estivesse eu onde estivesse - e escrevi o blogue de dezenas de sítios bem distintos, de Washington ao Ceará, do Oman à África do Sul, da Colômbia ao Azerbaijão, da Estónia a Luanda, do Egito à Ucrânia, do México à Argélia, de Roma a Berlim, de Maputo a São Petersburgo, de Istambul à Noruega, de Lisboa a Vila Real, etc, etc.

O blogue teve tempos diferentes. Por quatro anos, foi escrito pelo então embaixador de Portugal em França. Embora nunca tivesse tido um tom oficioso, quem assinava não deixava de ter presente essa sua condição - e isso era dito no post de apresentação. Mais tarde, regressado a Portugal e liberto de responsabilidades que forçavam a uma certa contenção, o blogue ganhou mais liberdade e o seu estilo evoluiu. Alguns apreciaram, muitos outros não. É a vida!

Mais do que as notas conjunturais, políticas ou outras, valorizo naquilo que por aqui escrevi os episódios que deixei registados. Não guardo apontamentos nem documentos, pelo que me valho da memória para reter esses pedaços de lembranças. O blogue é, até ver, o meu único repositório despretensioso de recordações. 

Por quanto tempo continuará este blogue a ser escrito, neste que é um tempo muito mais dominado pelo Facebook ou pelo Twitter? Não sei. Notar-se-á, com certeza, que já estive mais entusiasmado com este espaço. Para já, vou andando, navegando à vista. O que for soará, como o meu pai costumava dizer.

Uma última palavra, de sincero agradecimento, às vezes já de amizade, àqueles que fazem o favor de me ler, alguns desde há muito. É por saber que existem que aqui venho todos os dias. 

33 comentários:

L M D disse...

Pelos conteúdos, pela forma simples e clara com que escreve, pela diversidade dos temas que publica, (uns mais sérios que outros, uns com os quais estou de acordo e um ou outro com os quais discordo) pela qualidade que apresenta, e, acima de tudo pela elevação que coloca, dão a esta "casa", no meio da selvajaria das redes social, uma lufada de ar fresco e um exemplo de como deveriam ser as redes sociais.

Sinceros parabéns, e votos de continuação.

Anónimo disse...

Senhor Embaixador: espero, sinceramente, daqui a outros dez anos, poder deixar aqui os meus parabéns pelos 20 anos!
O Jaime da Silva

Anónimo disse...

Parabéns e que muitos mais anos de escrita livre venham. Sou leitor de há pouco tempo mas para mim o dia já não é a mesma coisa se o blogger se “atrasa” na publicação das suas notas. Forte abraço de agradecimento.

Anónimo disse...

Parabéns e que muitos mais anos de escrita livre venham. Sou leitor de há pouco tempo mas para mim o dia já não é a mesma coisa se o blogger se “atrasa” na publicação das suas notas. Forte abraço de agradecimento.

Artur Lopes Pereira disse...

Muitos parabéns, Senhor Embaixador. Como leitor assíduo e fiel faço votos para que continue por muito mais anos esta pratica diária para deleite dos seus leitores.

Anónimo disse...

Parabéns! Muito obrigado pela boa leitura que nos tem oferecido. Continue, continue, por favor...

Lúcio Ferro disse...

Muitos parabéns e que O Duas ou Três Coisas continue. Muito embora nem sempre me reveja no seu posicionamento diplomático, este blogue é, como dizê-lo sem parecer jocoso, um «blogue apetitoso», que me faz reflectir e onde encontro sempre perspicácia e sentido de humor, já para não falar de histórias de vida que me transportam saudavelmente a outros tempos e a outras formas de ver o nosso mundo. Termino com uma provocação: quem sabe, um dia destes, não venha a conhecer, por exemplo em torno de um single malt, no Prócopio, o seu digno e insigne autor. :)

Anónimo disse...

Caro senhor
Agradecia que não acaba-se aqui pois não uso face nem Twitter aqui em África todos os dias o leiu,a informação é escassa.
Agradeço a sua dedicação.
Ze da fonte

Carqueixa disse...

Senhor Embaixador, permita-me parabeniza-lo pelos dez anos do seu blogue, mais nomeadamente pela qualidade da sua escrita, e que eu leio todos os dias, o mesmo que sua pagina do Facebook, desde há muito tempo, já lá vá. Siga escrevendo, não pare, sempre temos que estar neste mundo e fazermos parte dele, e a escritura assim no-lo diz.

"Bos días" desde a Galiza, dum seu seguidor, namorado da lusofonia.



Pdata.- Há já tempo que não posso fazer comentários no seu muro do Facebook, elo seria possível? Desculpas, se o meu português não é todo o correcto.

Anónimo disse...

Parabéns

António da Cunha Duarte Justo disse...

Os meus parabéns e votos de muita saúde e criatividade para continuar a servir a sociedade com a lucidez que lhe é própria!

António da Cunha Duarte Justo disse...

Caro Embaixador, os meus parabéns e votos de saúde, criatividade e energia para continuar a servir a sociedade com a lucidez que o caracteriza.

Rui C.Marques disse...

Estou aqui desde o primeiro dia.Obrigado,Francisco.

Portugalredecouvertes disse...

muitos parabéns pelo aniversário do blogue do Sr. Embaixador,
e desejo boa continuação e que a inspiração não falte a quem escreve por ben :)))
abraço

Luís dos Santos FerroUnknown disse...

Caro Francisco,
Como não felicitar e, simultâneamente, agradecer?!
Felicitando pela regularidade 'profissional' da edição; agradecendo não apenas pelo gosto na sua leitura, a perspicácia -- alguma maliciosa tb -- das observações e pelo relevo conferido a temas discretos que o espírito crítico do autor acorda no leitor diatraído.
Mtos textos afirmaram-se quais folhas do 'meu' diário... escritos pelo Francisco!
Sejam muitos! Abraços votivos,
LSFerro

arber disse...

É por saber que está aqui todas as noites que eu todas as noites aqui venho. É sempre uma das minhas últimas leituras.

Por isso, Senhor Embaixador, Parabéns e obrigado pela companhia que para mim tem sido desde há vários anos.

Eduardo Gastão Ramos disse...

Senhor Embaixador : gostaria, apenas, de lhe dizer obrigado por tudo que partilhou com quem, como eu, o lê

Anónimo disse...

Muitos parabéns, e faça o favor de não "abandonar o barco", porque lê-lo faz parte dos meus prazeres diários há muito tempo. Embora por vezes o ache muito lisboeta para um bom transmontano, ou como se diz na minha terra "não chame os bois pelos nomes", mas deve ser do contágio de muitos anos e deformação da diplomacia.

Anónimo disse...

Muito obrigado.
Há anos que não me deito sem o visitar.
"Venham mais ... dez" no mínimo.

Anónimo disse...

Muito obrigado.
Há anos que não me deito sem o visitar.
"Venham mais ... dez" no mínimo.

António Marques Mendes disse...

Parabéns e força para continuar por mais dez anos. Obrigado!

Anónimo disse...

Obrigado, caro embaixador. Uma lufada de ar fresco neste marasmo.

Anónimo disse...

Senhor Embaixador

Por favor

Nao fui das primeiras seguidoras nem serei das ultimas mas muito assidua, tambem tenho por bom habito adquirido visitar o seu blog antes de apagar o candeeiro la para a meia noite e logo de manha mal o primeiro esquilo visita a minha varanda a espera de amendoins. Nao sei se estes simpaticos animais notariam a falta do seu blogue mas eu notaria, ficaria de mau humor; iria esquecer-me de deixar a racao aos bichos antes de ir dormir, eles sofriam, os gatos do vizinho corriam atras deles, o cao ao lado desatava a ladrar, os melros negros e luzidios hesitavam no seu canto matinal, ate Guerra Junqueiro ficaria desapontado se soubesse deste desaforo.

Para a felicidade e harmonia de todos, por favor continue.

Parabens. Tenha um domingo harmonioso, calmo, muitos jornais e sol se abrir por ai.

Saudades

F. Crabtree

Anónimo disse...

Parabéns, Senhor Embaixador. Venha mais uma década. Poder-se-á durante essa década substituir o termo inglês post pelo termo português publicação, que é o utlilizado nos termos e condições pelo próprio blogger e pelo facebook.

Joāo Mira Gomes disse...

Caro Francisco, duas ou três coisas rima melhor com vinte ou trinta anos... dez anos saberá a pouco e leitores não faltarão. Abc amigo

Anónimo disse...

Lido com muito gosto e apreço.

Despacho:

Mesmo nem sempre concodando e por isso não dar deferimento
aos seus posts, tenho de reconhecer a qualidade deste blog, até pelos comentários que aqui se encontram.

Muito deferido.

Antonio Calisto Pato disse...

Parabéns pela década. Obrigado pelo blog. Sigo-o fielmente desde 2013.

Antonio Calisto Pato

Anónimo disse...

Não consigo perceber se este pessoal que lhe pede para andar a publicar coisas todos os dias por mais 10 ou 20 anos é realmente seu amigo, caro embaixador...

Eu aos 90 prefiria estar numa casa simpatica no campo com uma vista bonita a dar passeios e ler uns livros... mas isto sou eu!...

Anónimo disse...

Muito obrigada, Senhor Embaixador.

Boa continuação...

Maria

Janus disse...

Desde o princípio, todos os dias o sigo...

Francisco de Sousa Rodrigues disse...

Senhor Embaixador, Muitos Parabéns!
E bem haja pela generosa partilha que é este espaço.

Um grande abraço.

Anónimo disse...

Meu caro, venho dar-lhe os parabéns por esta década tão bem preenchida. E de que dou nota também aqui:
https://delitodeopiniao.blogs.sapo.pt/blogue-da-semana-10524057
Um abraço,
PC

LuísM Castanheira disse...

Caríssimo,

So' hoje aqui cheguei, mas "nunca e' tarde..."

Parabéns e continue "ENQUANTO A ALMA PUDER".

Abraço