sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Presidência?


A Holanda assume a presidência semestral da UE. Alguém vai notar? Berlim saberá? 

7 comentários:

Zuricher disse...

Ainda existe UE?

Anónimo disse...

Embaixador, ninguém hoje liga a isso, tirando é claro os que vivem ás custas desse império burocrata e hipócrita chamado instituiçoes europeias.

Anónimo disse...

Nineteen of the twenty largest listed Portuguese firms dodge taxes via the Netherlands.
http://www.socialeurope.eu/2016/01/what-europe-needs-to-know-about-the-dutch-tax-haven/

Anónimo disse...

Não assumiu já no dia 1?

Francisco Seixas da Costa disse...

É verdade que assumiu no dia 1, claro!

Joaquim de Freitas disse...

Quando o Senhor Embaixador chama a nossa atenção sobre qualquer coisa, é que tem uma ideia "derrière la tête"! A Holanda preside a UE. Quer dizer que será a ultima presidência da UE tal como ela é?

Mas a Europa, hoje, o que é, com estes muros que crescem como cogumelos , estes deslizes populistas, para não dizer neo fascistas, vindos de países que a Europa foi buscar com grandes custos comunitários, para os fazer progredir sobre o caminho da democracia ! A Polónia virtuosa, católica e anti semita, a Nova Europa" como lhe chamava um certo secretário de estado americano, mais ocupada a enervar o urso russo que a participar à "détente" Este-Oeste!

A Ucrânia à porta, "carrément" fascista, após o "putsch" da praça Maiden!

A Hungria ou "Orbanistan", onde ousaram erguer um busto à memória de Miklos Horthy, em Csokako! O Almirante Horthy, o primeiro na Europa a deportar os Judeus após a aliança com Hitler! Meio milhão de Judeus para Auschwitz! Para onde vai a Europa ?

E a Bélgica e a Holanda mesmo, doentes do populismo. Entre cristãos democratas, sociais democratas e liberais, habituados a fazer a sua cozinha entre "amigos", os partidos populistas, da extrema direita nacionalista e xenófoba, aparecem à porta, fazendo do populismo anti muçulmano o bode expiatório, que encobre por vezes as tensões linguísticas!

A França, com Le Pen a bater à porta, o maior partido de França! Só a aliança da última hora dos republicanos e anti facistas afastou, para o momento, o perigo.

Pobre Europa ou UE, que se morre, que não soube escutar nem ouvir o seu povo. A uma bela ideia, sucedeu uma união política e económica, que devia ser solidária, excelente e assegurar o bem estar dos cidadãos!
Devia também ser capaz de defender o nosso modo de vida, usos e costumes, civilização, cultura e se dotar de meios para se defender das agressões exteriores : militares, financeiras e mafiosas.
Nada disso se viu. Vimos sim a criação duma estrutura mais interessada a manter as facilidades e a aura dos eurocratas, cada vez mais numerosos , e algumas cabeças "pensantes" não eleitas , megalómanas, e com uma corte de espertos com salários chorudos , ( viu ontem o salário para 2016, de Jean-Claude Juncker, 32 000 euros por mês !) , para trabalhar sobre relatórios e normas estúpidas que os cidadãos não compreendem. Ah, Senhor Embaixador, era talvez por aqui que a sua justificada reforma da AP devia começar! Para não ter que fazer o trabalho duas vezes!

E gangrenados por lobbies, parasitas e "pique-assiettes" que têm como objectivo de obter subsídios para causas opacas.

Eurocratas amnésicos, ignorantes e desavergonhados. Senão vejamos:

a)- Os critérios de adesão estúpidos, vimos o caso da Grécia, que permitiu à Goldman Sachs de ganhar uma fortuna sobre valores valorizados, que sabiam que iriam comprar à baixa logo depois . Mas o que era preciso era alargar...

b)- Intervenção dos eurocratas no assunto Ucraniano que nos pôs quase em guerra com a Rússia! A estupidez que os leva a impor um embargo aos Russos, que se voltou contra nós ( a agricultura francesa caiu em pane!) por longos anos.

c)- A UE não fez nada para os desempregados. Os 25% de Espanhóis sem trabalho, e os 20% de Portugueses que o digam! Que esperança ?

d)- A crise dos migrantes. Prometer aos que chegam aquilo que não pode dar aos que já cá estão! Uma volta por Calais ensina muito! E pelas ilhas gregas e a Turquia.

e)- E a propósito: a Turquia : os eurocratas sonham de fazer entrar Erdogan no Clube. Claro, são aliados da NATO e os Americanos insistem! Erdogan que disse que as mulheres não tinham direito ao mesmo estatuto que os homens na sociedade! Quel rustre!

.

aamgvieira disse...

O Sr Freitas fala de assuntos que todos os leitores deste blog, já conhecem !