sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Ai Jerónimo!


O PCP, coitado, foi cilindrado nas eleições presidenciais. O candidato, Edgar Silva, foi, aliás, o menos culpado do descalabro, com uma campanha tão viva quanto o permite a mensagem que o partido transmite. Os comunistas não perceberam a tempo que muito do seu eleitorado cedo se transferiu, pela lógica do voto útil, para Sampaio da Nóvoa. Uma desistência em favor deste, a dois ou três dias do sufrágio, teria poupado esta humilhação.

Numa lógica que reproduz o partido brasileiro PMDB, que tem sempre uma parte na "base governista" e um setor na oposição, os comunistas procuram agora compensar o desaire saindo para "a rua" - essa "urna de voto" em que sempre se sentiram mais à vontade. E embora o governo socialista tivesse anunciado que, a seu tempo, retomaria as 35 horas que o anterior governo retirou à Função Pública, a CGTP de serviço saiu já à rua, não vá o diabo tecê-las. Sobre "a esquerda da esquerda", António Costa deve ter aprendido mais em escassas semanas do que em 40 anos da vida política que já leva.

No desvario do nervosismo da noite eleitoral - que me recorde, foi a única vez, desde o 25 de abril, que o PCP (ou os seus heterónimos frentistas) não teve uma "vitória", que é difícil mas é sempre deles! -, a Jerónimo de Sousa, homem sensato e cordato que costuma ser, saiu uma frase muito infeliz, ao dizer que o partido poderia ter optado por "uma candidata assim mais engraçadinha"

Foi o que se pode qualificar como uma graça "machista-leninista"...

7 comentários:

Anónimo disse...

Bom, limpou o mal deixado num Post anterior sobre a "gender". Tardiamente.

aldema disse...

Texto agradável de ler e...bastante sério!Bom fim de semana

aamgvieira disse...

Ouvido por aí:

"Estado quer contratar jovens qualificados, mas Catarina Martins prefere que contrate jovens sem qualificações que foram felizes na escola"....

Anónimo disse...

Realmente o senhor é engraçado, dizer que o PCP foi cilindrado nas Presid~enciais. O PS com a Belém saiu vitorioso com aqueles cerca de 4%. Sabe que o ridiculo mata?

Francisco Seixas da Costa disse...

O anónimo ou a anónima das 18.41 quer que eu repita o post sobre o pequename do Bloco? É só pedir! A mim, o pé escapa-me para o politicamente incorreto quando me dá vontade para isso. Não reparou que há uma coisa comum a ambos os posts? Descubra!

Anónimo disse...

"O pequenename do Bloco"? Esta rapaz é mesmo machista!

Luís Lavoura disse...

os comunistas procuram agora compensar o desaire saindo para "a rua"

A greve já estava marcada há muito tempo, desde antes das eleições. Não foi decidida "agora".