terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Gilberto Ferraz



O meu amigo Gilberto Ferraz faz hoje anos, lá por Londres. A maioria dos leitores não faz a mais leve ideia de quem estou a falar. E é pena.

Gilberto Ferraz é um jornalista que, desde há algumas décadas assentou arraiais "por terras de sua majestade" (deixo isto entre aspas, porque esse é o título do seu futuro livro de memórias e recordações, revelo agora). Hoje, aposentado, continua por lá atento ao mundo, atento a nós e interessado como sempre esteve pelas coisas da vida.

Posso estar equivocado, mas tenho a impressão que foi um dia bem distante, nas manhãs da TSF, no meio daqueles noticiários trepidantes, que escutei pela primeira vez o seu nome e a sua voz. Só no final dos anos 80, numa passagem por Londres, vim a colocar finalmente uma cara naquela voz. Quando, tempos mais tarde, me mudei para a capital britânica, para trabalhar na nossa embaixada, pude contar com Gilberto Ferraz como um interlocutor regular. Construímos então uma boa amizade, feita de respeito e estima pessoal e profissional, que se manteve a partir de então, e já lá vão mais de duas décadas e meia.

O Gilberto, que teve um pé na política (julgo que chegou a representante do PSD ou do PPD no Reino Unido), era também correspondente do "Jornal de Noticias", tendo colaborado com outros órgãos de comunicação social. Paralelamente a tudo isso, trabalhou durante décadas na famosa "secção portuguesa" da BBC, uma excecional escola de rádio e jornalismo. Há uns anos, fui de Paris a Londres e ambos almoçámos na Bush House, a sede da BBC, onde ele se sentia verdadeiramente em casa. Mas ele vai contar-nos um destes dias tudo isso e muito mais, no seu livro.

Por agora, caro Gilberto, aqui lhe deixo um forte abraço amigo de parabéns! 

5 comentários:

Fernando Nogueira disse...

Conheci pessoalmente e tive vários encontros com o Gilberto Ferraz em Londres, sempre presente nas recepções da embaixada. Entrevistou-me também quando exerci as funções de director geral das empresas do Grupo Amorim durante os anos 90. Regozijo-me que esteja bem de saúde e aproveito para juntar aqui também os meus votos de parabéns!
Fernando Nogueira

Maria disse...

Parabens Gilberto.
Tambem eu espero pelo seu livro

Um abraco

Fernanda dos Santos

Unknown disse...

Sr. Gilberto, não ponho em causa as suas qualidades como jornalista e escritor, mas por favor, repense as suas estratégias de marketing: http://prntscr.com/b99v2p (imagem)

Cláudia disse...

Boa noite,
O meu avô de seu nome João Pinto Garcia também jornalista embora já aposentado, conhece e é amigo do autor do livro Gilberto Ferraz, inclusive trabalhou com ele no JN onde o meu avô respetivamente também trabalhou. Há dias foi até convidado para ir à apresentação do livro do jornalista Gilberto Ferraz na qual compareceu. Fico feliz por existirem bons profissionais na área do jornalismo sempre com boas novas para contar e ensinar, assim como o meu avô me conta e ensina muito a mim. Sinto-me orgulhosa não só pelo espetacular avô e pessoa maravilhosa que é, assim como do profissional que foi e que deu muito ao jornalismo. Aguardo por ler o livro e tenho grande expectativa. Aqui fica então os meus parabéns e continuação .

gherkin disse...

Cara Cláudia,
Não tenho o prazer de a conhecer, mas, como muito bem afirma, foi com enorme satisfação que tive o prazer de abraçar, após muitos anos, o seu avô e dedicado MESTRE aquando da apresentação do meu livro POR TERRAS DE SUA MAJESTADE, no Salão Nobre do mui nosso Jornal de Notícias. Quando ao meu livro, que com muita satisfação ofereci e autografei ao seu avô, pode adquiri-lo no "site" da Chiado Editora.
As minhas cordiais saudações e...boa leitura!