domingo, 20 de fevereiro de 2011

Mísia

... e, regressando ao fado, noto que Mísia voltou a Paris, para um espetáculo em que deu voz a textos escritos por mulheres portuguesas, que intitulou "Senhora da noite". Por lá se encontram versos de Agustina, Hélia Correia, Lídia Jorge, Adriana Calcanhoto, Amália e da própria Mísia.

Ontem, como me dizem que aconteceu nos restantes dias, o magnífico teatro Bouffes du Nord estava a abarrotar, com o fiel público que Mísia soube por aqui criar e que lhe correspondeu em pleno. À sua cuidada presença em palco, servida por um bom apoio instrumental, Mísia soma uma capacidade muito rara de comunicação com a plateia, onde sempre se insere uma atenção particular aos portugueses presentes.

Surpreende-me sempre a ousadia da cantora, que teima em seguir um caminho exigente e inovador em matéria de poemas e, frequentemente, na própria seleção das músicas, embora seja cada vez mais constante o recurso a temas tradicionais, em detrimento do "outro fado" que ensaiou em alguns dos seus primeiros discos. O que, para o meu gosto, é uma boa notícia.

Em tempo: a pedido, aqui fica um belo fado de Mísia.

7 comentários:

Anónimo disse...

Podia ter posto um fadito...
Isabel seixas

Anónimo disse...

Boa escolha...
Se conseguiu este timbre ao vivo...
Bem harmonioso, voz guitarra e poema
Isabel Seixas

Helena Oneto disse...

Lindo fado!

patricio branco disse...

esplendida fadista e cantora, grande voz. Por vezes injustamente preterida em relação a outra ou outras. Até no cinema, carlos saura ignorou-a ao ser apanhado por outro partido fadista que conseguiu eliminá-la do filme.
A sua voz quase pode comparar se à de piaf. Mas tem felizmente muito publico, na frança, alemanha, belgica, portugal.

Adelo disse...

Caríssimo,
só um pequeno reparo:
s Letra não é dela, será de António Botto.

Francisco Seixas da Costa disse...

Caro Adelo: ainda bem que me corrigiu. O poema é, de facto, de António Botto. A Mísia não cantou esse fado no espetáculo a que me refiro. O erro é meu e deve-se a uma confusão que fiz com um outro fado.

Julia Macias-Valet disse...

Acabo de ouvir pela primeira vez Misia. A qual tem realmente uma linda voz...mas nao nome de fadista...a mim MISIA acho que se adapta melhor a nome de sopa japonesa : )))