sexta-feira, 5 de junho de 2009

Necessidades

A Associação Sindical dos Diplomatas Portugueses acaba de tornar público o seu novo site. Para quem se interessar, pode aí ler várias opiniões sobre a carreira diplomática, entre as quais a minha, ligando aqui.

4 comentários:

Anónimo disse...

Muito bem. Visto de dentro, põe os dedos em muitas feridas. Visto de fora, dá talvez uma visão demasiado negra da carreira diplomática, indo ao encontro de certa demagogia populista contra a "diplomacia do croquete". Há na nossa carreira muitos calaceiros e idiotas, muitos "nine-to-five boys"... mas não são, de modo algum, a esmagadora maioria e tu sabes isso!

Alcipe

Anónimo disse...

Caramba, grande entrevista, sim senhor! E então a última parte...
P.Rufino

Anónimo disse...

Bem, acredito que para além da vocação ligada aos 10% de inspiração, determinantes também no exercicio profissional, são efectivamente os 90% de transpiração. Decorrem de um trabalho de optimização de saberes especificos construidos, do empenho e da consciência profissional.
Mesmo contra ventos e marés, emerge a verdadeira competência...

Quero acreditar na possibilidade de mesmo até á...Geração, uma percentagem da referida competência visivel ser hereditária.
Isabel Seixas

João Antelmo disse...

Eu concordo com Alcipe.
A crítica do post é justa e certeira, sobretudo sobre a falta de apetência para publicar, mais do que para escrever, dos diplomatas.
Mas um observador exterior, que tem da carreira um conhecimento fragmantado e, muitas vezes distorcido,as conclusões tiradas podem não ser as mais consonantes com a realidade.
Continuo a pensar que a carreira constitui ainda um excelente corpo profissional que se destaca no contexto da Função Pública.