sábado, 27 de agosto de 2016

Sorriso



Há sorrisos (de mulher, claro) que fazem o meu dia ("make my day", como dizem os anglosaxónicos, fica melhor). Às vezes (não muitas), entro num café, numa loja ou num serviço público e, de repente, por detrás do balcão, há uma miúda ou uma mulher que sorri de uma forma que nos ilumina o instante. Frequentemente, nem sequer é muito bonita, nem tem uma "graça" por aí além, mas há  naquela forma de colocar a expressão do rosto, algo de lindíssimo, de luminoso, mais sereno ou mais expressivo, mas sempre brutalmente natural, que logo alegra o ambiente e nos faz gostar ainda mais da vida. Porque sou tímido (é verdade!) e temo poder ser mal interpretado ("olha o velho, a fazer-se ao piso!"), suscitando algum comentário desagradável de alguém à volta, muito raramente ouso revelar à pessoa o prazer que esse seu sorriso acarreta para o bem-estar do resto do meu dia.

Ao olhar esta manhã a entrevista que o DN traz com Catarina Portas, lembrei-me daquele que é hoje um dos mais belos sorrisos de Portugal (e não me venham com as parecenças com Marion Cotillard, por favor!). Um dia, vou arranjar coragem para lho dizer.

6 comentários:

Joaquim de Freitas disse...

Oh Senhor Embaixador, não me diga que é tímido !!! O seu texto é esplêndido, do género que aprecio mais! Mas permita que lhe diga, que quando me encontro em frente dum desses sorrisos que tão bem descreve, peço desculpa à Senhora e digo-lhe o que penso do favor de a encontrar! Acrescentando sempre: “ Tenho a certeza que já lhe disseram isto, mas a Senhora ….

“La beauté est une source inépuisable de joie pour celui qui sait la découvrir.
Alexis Carrel »

Anónimo disse...

Senhor Embaixador, apreciei o seu subtil texto. Como mulher, acho que a timidez lhe fica bem, dá-lhe charme. Resultará, talvez, da prática profissional diplomática que o habituou a ser muito comedido. Feia é a ousadia insultuosa de que muita gente usa e abusa, envergonhando quem a recebe. Creio bem que a sua reconhecida e genuína delicadeza será agradável a quem a receber, particularmente à diva que elogia. UM

Anónimo disse...

AngloSSaxónicos.

Anónimo disse...

Os sorrisos das mulhres superlativam a máxima "não me dês nada mas mostra-me agrado. Sem querer minimizar o seu elogio, até porque não tem qualquer exagero, devo dizer que conheço muitos sorrisos identicamente lindos só que não "são" de Portugal.
Mas há também umas "pout" encantadoras só que não são "aplicáveis" a todas e o sorriso é.
Mas não se acanhe e diga-lhes. Elas gostam. Confie em mim...

Anónimo disse...

Para além das miúdas estilo charlotte gainsbourg que o establishment produz como sendo belas Portugal tem uma figura feminina de uma rara densidade, beleza e mistério que é Marisa Matias. Força e fragilidade.

iseixas disse...

Oh, é bonito sim senhor, com um registo de Mona Lisa, hum, o que o Leonardo se encarnasse nesta época não faria de retratos...

bonito o seu post, bem bom para variar.