quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Meia dúzia de tweets desportivos

- Nestes jogos olímpicos o Bahrein está cheio de Obikwelos.

- Na hora na morte, é costume abaterem-se as bandeiras. Havelange foi um modernizador da FIFA, mas foi outras coisas menos boas.

- As Caraíbas tiraram muitas medalhas aos EUA em especialidades de velocidade. Não é novo, mas é notável.

- Tanta se reza no início das provas olímpicas! Lá em cima, deve ser uma confusão para "arbitrar"...

- Foi lamentável a vaia ao saltador de vara francês pelo "caseiro" público brasileiro. E parva a comparação feita com Berlim em 36.

- Portugal perdeu nas disciplinas com raquete apenas por culpa própria: os melhores ficaram na minha praia a dar-me cabo do juízo.

2 comentários:

Anónimo disse...

o que diz a wikipedia

"Obikwelu radicou-se em Portugal com 16 anos, depois de aí participar no Campeonato Mundial Júnior de Atletismo de 1994. Depois de ser rejeitado pelo Benfica e pelo Sporting, Francis foi trabalhar para a construção civil no Algarve. Decidiu aprender o português e a sua professora o ajudou nos contactos com o Clube de Futebol Os Belenenses, onde recomeçou a correr. Continuou no entanto a competir pelo seu país de origem. Atualmente está contratado pelo Sporting.

Ele depois tomou a decisão de correr por Portugal. A notícia foi dada pela velocista nigeriana Mercy Nku, que, tal como Obikwelu, reside habitualmente em Lisboa. Obikwelu terá decidido correr por Portugal após ter sido abandonado pelos responsáveis desportivos nigerianos na sequência de uma lesão que sofreu ao representar a Nigéria em Sydney. "Ele teve que ir ao Canadá fazer uma operação ao joelho à sua própria custa" declarou ela em Julho de 2000. Obikwelu tornou-se um cidadão português em Outubro de 2001. Foi adoptado em Portugal pelo casal Isabel e Ricardo Ferreira a que chama "os meus pais portugueses".

duvido que algum desses atletas tenha estado a trabalhar nas obras no bahrein e/ou sofrido as privacoes que o jovem obikwelu tenha sofrido

Antonio Cristovao disse...

A UE teve o dobro das medalhas dos EUA. Se incluirmos os anglosaxoes temos o triplo.
Portugal por culpa da Merkl e do Passos Coelho ficou nos ultimos lugares do mundo em quase todas as analises que se façam