terça-feira, 17 de novembro de 2009

Cabo Verde

O apoio às autoridades caboverdeanas para combaterem o surto de febre de dengue que assola o país tem vindo a crescer. Portugal está, como não podia deixar de ser, nesse grande movimento internacional de solidariedade.

Cabo Verde é um país que se afirma, no plano mundial, pelo seu forte sentido de responsabilidade, com uma administração rigorosa, que garante a eficaz aplicação de todas as ajudas que recebe. É um exemplo para o mundo.

5 comentários:

José Barros disse...

Sendo assim, sim. Até apetece ser cabo-verdiano.

Helena Sacadura Cabral disse...

Cabo Verde é, de facto, um bom exemplo de país responsável e rigoroso. Tenho a maior admiração por este povo. Mas também sei - por muito que a afirmação doa a certos ouvidos - que Portugal lá terá deixado algumas boas marcas. Que, curiosamente, eles não renegam. O que só prova a dignidade e amizade com que nos olham!

Amílcar Tavares disse...

A caríssima Helena Sacadura Cabral tem razão em tudo que disse mas Portugal também deixou lá pesadas heranças.

Mas isso não vem ao caso.

Queria agradecer todo o apoio -- sempre pronto! -- que Portugal tem dado a Cabo Verde, sobretudo nesta hora de extrema e urgente necessidade.

Bem hajam!

Julia Macias-Valet disse...

"Morabeza" dessa Ilha de Santiago.

Ha vinte anos atras foi o meu primeiro destino de férias fora da Europa (e o terceiro fora de Portugal).
Guardo dessa terra uma recordaçao de grande hospitalidade e amizade para com os portugueses.

Espero que as ajudas cheguem depressa.

Helena Sacadura Cabral disse...

Meu caro Amilcar Tavares tem toda a razão. Por não esquecer isso, é que apenas usei a expressão "algumas". E creia que, no caso de Cabo Verde em particular, é com muita pena que lhe dou razão. Porque o povo cabo verdeano merece tudo o que de bom a terra lhe possa reservar. É o que eu chamo, sentidamente, de povo irmão!