segunda-feira, 16 de novembro de 2009

António Pinho Vargas

António Pinho Vargas é um nome marcante na música portuguesa contemporânea. Compositor e intérprete de música clássica e de jazz, tem doze discos editados.

No sábado passado, actuou com grande sucesso no festival Jazzy Colors, organizado pelos institutos culturais estrangeiros em Paris.

Ontem à noite, foi a vez da Embaixada de Portugal em Paris se encher para o ouvir ao piano, no 5º concerto da série "Entre-pautas/Entre-partitions", organizado pelo Instituto Camões de Paris.

A quem não esteve (e a quem esteve) presente, recomendo vivamente os dois últimos álbuns duplos de António Pinho Vargas, o "Solo" (de 2008) e o recente "Solo II". Aí estão, entre muitos outros temas, o clássico "Tom Waits" e duas versões do magnífico "La Corazón", dedicado a Corazón Aquino.

3 comentários:

Julia Macias-Valet disse...

Adorei. Obrigada.

A Antonio Pinho Vargas um agradecimento alentejano por :

"Lindo ramo verde escuro
Oh! casa dos passarinhos
Onde cantam doucemente
Oh! poisados nesses raminhos"

Anónimo disse...

Não sei se há inveja positiva...
Mas ao ouvir a dança dos pássaros, permito-me sentir um misto de admiração congratulando-me com talentos inatos para despertar emoções positivas,,,
ou seja ...para despertar
obrigada pela sugestão...
Tenho de ir trabalhar, nas levo a harmonia dos sons comigo.
Tenham um bom dia
Isabel Seixas

Helena Oneto disse...

Ouvir o virtuoso Antonio Pinho Vargas na agradável companhia do Embaixador e Embaixatriz de Portugal em Paris é um grande privilégio.

Saber divulgar e partilhar com sensibilidade e mestria, o que Portugal tem de melhor a oferecer, é uma grande qualidade que lhe é muito propria, Senhor Embaixador.