domingo, 21 de julho de 2013

Renovação

Leio que Honório Novo, deputado do PCP, vai abandonar as lides parlamentares e ser substituído por uma colega mais jovem, regressando à sua profissão de professor. Os comunistas, mais do que qualquer outro partido, mantêm esta regra de jogar livremente com as unidades do "coletivo", numa leitura muito própria do sistema de representação parlamentar.

De há muito que conheço Honório Novo. Conversámos e divergimos sobre a Europa (mais nesses tempos do que hoje), tivemos mesmo um debate televisivo a dois muito vivo, ao tempo em que ele era parlamentar europeu e eu andava pela vida política. É um homem que estuda muito bem os dossiês, que usa uma argumentação forte, por vezes contundente, mas sempre com um quantum satis de saudável ironia. Sei que deixa uma imagem de seriedade e competência entre os seus colegas. É um amigo que, com pena, mas também com democrática naturalidade, vejo abandonar as bancadas de S. Bento.

Um abraço, caro Honório. Ver-nos-emos um destes dias pelo nosso norte. Quase que se pode dizer que você e o Gaspar passam agora a ter mais tempo um para o outro. Embora alguns portugueses desconheçam que Gaspar é (apenas) o nome do seu gato. 

11 comentários:

São disse...

Pena que Honório Novo deixe a política activa, pois acho que merece respeito e consideração pela maneira como sempre se comportou.

Mas também acho admirável essa renúncia para renovar o grupo parlamentar.

Desejo um bom domingo e que Cavaco, esta tarde, assuma de vez as suas responsabilidades!

Bmonteiro disse...

Vantagens do profissionalismo na política.
Pese a perda de um bom deputado.
Perante os amadores da generalidade dos pp, um exemplo, vindo de um partido nem por isso mais recomendável que os demais.
Somos assim.

Helena Sacadura Cabral disse...

Bela e serena foto de um homem que vai fazer falta na AR. Só pena que o bichano se chame Gaspar...

Anónimo disse...

Engraçado! Agora que ficamos a conhecer o gaspar de Honório, depois da carta do Ministro Gaspar, parece haver uma certa conformidade relativa à coloração a preto e branco.

Anónimo disse...

Mais uma voz séria que se perde na AR.

Cara Helena,

Também tenho um gato de 9 anos de nome Gaspar... Há tempos, foi ao veterinário e um cliente quando ouviu o nome disse de imediato: "Então tu é que és o responsável por o país estar assim!".

Faço sempre questão de dizer a idade do bichano para não confundirem os meus "gostos" políticos e pensarem que se trata de uma homenagem ao dito cujo...

Isabel BP

Anónimo disse...

Estamos mais habituados a ver os politicos agarrados ao poder com unhas e dentes e não prescindirem dos postos que pensam seus ad vitam aeternam do que os casos de "rotatividade" que o PC pratica.
Sou de opinião que se deveriam limitar todos os mandatos politicos a um só cargo e um só mandato. Ainda que a Assembleia da República tivesse que prever no seu orçamento a compra de um gato, de nome Gaspar ou outro, para cada Deputado ao fim do seu mandato.
José Barros

Anónimo disse...

Gaspar e Gasparzinho, o que eles tem em comum? Bem, os Gaspar sabemos que ou são gatos ou ministros, quanto ao Gasparzinho, se bem me lembro, era uma coleção de banda desenhada para crianças. Convenhamos que há coincidências...

Helena Sacadura Cabral disse...

Ó cara Isabel, nunca jogue na lotaria, depois dessa escolha. Espero que as razões que a levaram a chamar Gaspar ao bichano sejam de boa memória! :-))

MM disse...

O Parlamento fica, mesmo, muito + pobre! Mas HNovo merece ter tempo para outras actividades, familia e gaspar. Desejo-lhe as maiores felicidades.

Graça Sampaio disse...

Pobre gato, com um nome tão "pesado"...
Todos as pessoas da arte e da inteligência são amantes de gatos - porque será?

Gostava de ouvir o deputado Honório Novo (como os deputados comunistas em geral, apesar de tudo...)

Anónimo disse...

Cara Helena,

O Gaspar era muito pequenino quando veio para minha casa no dia 26 de Dezembro e lembrei-me de um nome ligado à quadra natalícia - saiu um dos Reis Magos :))

Isabel BP