quinta-feira, 18 de julho de 2013

FHC

Fernando Henrique Cardoso, que por dois mandatos foi presidente do Brasil, abrindo depois caminho ao presidente Lula, esteve alguns dias em Lisboa. Muito respeitado internacionalmente, é uma personalidade que honra o seu país, em cuja história democrática tem um lugar destacado. Tive o gosto de o encontrar, em excelente forma e bem disposto, no passado fim de semana, durante um almoço de amigos.

Ser uma figura pública tem, por vezes, o condão de proporcionar episódios curiosos. FHC, como é conhecido no Brasil, contou-nos duas histórias deliciosas.

A primeira foi passada numa rua de uma capital sul-americana, onde se deslocara, vários anos decorridos após a sua saída de funções. 

Um casal, ainda jovem, olhava para ele fixamente. Tinham ar de turistas, pelo que deduziu que fossem brasileiros. Não se enganou, ao ouvir o cavalheiro dirigir-se-lhe em português:

- Eu conheço-o! Deixe-me ver...

O presidente estava divertido com a hesitação dos seus compatriotas. Foi então que a senhora se decidiu:

- Já sei! O senhor trabalha na "Globo"! Não é isso?

- Trabalhava! Agora já não apareço mais na "Globo". O meu contrato acabou...

A segunda historieta é mais recente. Passou-se num elevador onde FHC seguia. Entram duas senhoras. Ambas o fitam. Uma delas, após alguma hesitação, pergunta:

- Desculpe! Não é o Fernando Henrique Cardoso?

O antigo presidente decidiu brincar um pouco:

- Não, esse é o meu irmão...

Ao que outra comentou:

- Pois é! O senhor é bem mais velho que ele!

7 comentários:

Isabel Seixas disse...

Tem pinta, boa pinta...

Anónimo disse...

Haverá sempre qualquer coisa que fica mas a memória é cruel.
E para os homens públicos cuja função "despersonaliza" anos a fio o seu "eu" será preciso um extraordinário sentido de humor para aceitar aquele "apagar" de memória.
São as leis do tempo, de todos os tempos, e mal é quando assim não acontece...
José Barros

Anónimo disse...

E até que a Senhora não estaria bem certa da sua afirmação, quando diz: "O senhor é bem mais velho do que ele". Isso faz-me lembrar um programa da nossa RTP cujo título é: "cuidado com a língua". Mas, convenhamos, acredito que não deve ter incomodado muito o bom Presidente que foi FHC...

Helena Sacadura Cabral disse...

Algo parecido a outro nível. No super duas senhoras avançam para mim e perguntam:" não é a mãe dos Portas?". Correcta respondi: "não, sou tia".
Ao afastar-me ainda ouvi uma dizer "não sabia que ela tinha uma irmã. São tão parecidas...só que esta é mais magra".

Anónimo disse...

Tudo que FHC estruturou e consolidou nos seus 8 anos como presidente, o néscio apedeuta de 9 dedos, e a dentuça estúpida desorientada, colocaram tudo a derrocada, agora o Brasil é um país em insolvência.
Graças essa cambada do PT que emporcalhou a politica brasileira.
Fora Lula, fora Dilma, fora PT.

Anónimo disse...

Concordo com o anónimo das 12:15 !

Pelo menos para poder ser "moderado" em relação ao passado recente de Portugal !


Alexandre

patricio branco disse...

homem de humor e grande homem politico, tem p ex estatura para secretario geral da onu em minha opinião mesmo que isso não esteja nos seus projectos...