domingo, 21 de dezembro de 2014

A torre


Ontem, ao passar no eixo norte-sul, olhei para a desprezada torre de controlo de tráfico da estação ferroviária de Campolide. 

Suja, perdida no meio de viadutos e das instalações modernas da estação, desapareceu a imponência daquele belo e simples edifício modernista desenhado por Cottinelli Telmo no início dos anos 40. Há pequenas jóias arquitetónicas perdidas pelo país.

6 comentários:

Anónimo disse...

Torre de controlo de tráfego, Sr. Embaixador, controlo de tráfego.

JC

Portugalredecouvertes disse...


Sr. Embaixador acho muito bem que denuncie os vários tipos de "desleixo" que existem à nossa volta!

Francisco Seixas da Costa disse...

Caro JC: tráfico é também sinónimo de tráfego. Veja os dicionários

Anónimo disse...

Visite o Entroncamente, e veja o estado a que autarquia e CP deixarm chegar o belíssimo bairro camões, do mesmo arquitecto.

https://www.google.pt/search?q=bairro+cam%C3%B5es+entroncamento&biw=1366&bih=631&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=70SXVLGKI4WxUdjqgKAL&ved=0CAcQ_AUoAg#facrc=_&imgdii=_&imgrc=orWYhzHGJT4vyM%253A%3BYzYEKJ_cuDdB9M%3Bhttps%253A%252F%252Fchagual.files.wordpress.com%252F2011%252F08%252Fentroncamento_201108_d700_006v1.jpg%3Bhttps%253A%252F%252Fchagual.wordpress.com%252F2011%252F08%252F25%252Fbairro-camoes-entroncamento-ago-2011%252F%3B4040%3B2712

Helena Sacadura Cabral disse...

Cottinelli Telmo merecia, de facto, que o não esquecessemos!

Correia da Silva disse...


Subscrevo o comentário de Helena Sacadura Cabral.