sábado, 26 de outubro de 2013

Promoção

O "Publico on-line" decidiu promover-me: fala em mim como "antigo embaixador em Luanda", a propósito de umas declarações que ontem proferi, à saída de uma reunião na Assembleia da República", inquirido sobre a situação em Angola.

"To set the record straight": em Angola, fui apenas "secretário de embaixada" durante quase quatro anos (1982-1985), acreditado localmente como "conselheiro", chefiado pelo meu querido amigo António Pinto da França, esse sim, o embaixador português em Angola.

O "Público" errou - para utilizar o nome da secção que o Vicente Jorge Silva, em boa hora, criou com esse nome, desde o início do jornal. Alguma pesquisa jornalística básica poderia ajudar a evitar estes lapsos.

2 comentários:

Anónimo disse...

O approach dos media portugueses sobre Angola, a pretexto da busca do sound bite, tem algo de provinciano. Metam na cabeça senhoras e senhoras jornalistas que Angola é um Estado independente. E já agora que Portugal também não é uma colónia de Angola mas um país independente. Dê-se a Angola a atenção que é devida, nem Mais nem memos.

Anónimo disse...

O meu amigo João da Câmara não deve ter uma vida fácil neste momento, em Luanda. Deixo-lhe um grande e saudoso abraço. Que pena o nosso querido António Pinto da França já cá não estar para aconselhar quem precisa...O seu bom-senso, a sua elegância e os seus conhecimentos da natureza humana, entre muitas outras coisas, fazem mesmo muita falta. JPGarcia