quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Descobrimentos

Será na quinta-feira, dia 24 de outubro, na livraria Bullosa, em Entrecampos, que apresentarei este magnífico livro do professor Paulo Jorge de Sousa Pinto, com um prefácio do jornalista Ferreira Fernandes.

Contrariamente àquilo que o título algo "ligeiro" do livro pode induzir, estamos perante um trabalho com grande profundidade histórica, apoiado numa completa bibliografia, escrito num português "de lei", que nos ajuda a lançar um olhar novo sobre algumas questões dessa aventura ímpar que foram os descobrimentos portugueses.

7 comentários:

Defreitas disse...

O Sr. Embaixador sabe se é possível procurar esse livro em França,ou recebê-lo pelo correio contra reembolso? Muito obrigado.

Isabel Seixas disse...

Bem pensada e pertinente a questão/opção de integrar perguntas passiveis de reflexão, torna a leitura muito mais interativa e o livro mais apelativo.

patricio branco disse...

bonita livraria, confortavel, bom sitio para o laçamento, bom trabalho, etc

Anónimo disse...

Claro que foram os portugueses... Timor fica perto apenas a 500 da aussie coast. Impossível não se darem conta (Sydney)

Alcipe disse...

A indicação da hora do lançamento seria útil.

L M D disse...

O jornalista Australiano Peter Trickett afirma no seu livro "Para alem de Capricornio"' a descoberta e cartografia da costa australiana por parte dos Portugueses cerca de 250 anos antes de Cook ter descoberto esse continente.

Anónimo disse...

O Africa 7 Dias da rtp1 precisa de Mais cuidado,Mais zero e Mais criterio na sua apresentaçāo. a sugestão da janela de leitura de hoje recomendava um Livro sober explorações em Africa com obvias ressonâncias colonialistas. parquet ė que se continua a recorder a um apresentador occidental e não a figures femininas africanas que geram Mais empatia e são Mais telegénicas e símbolos da pluralidade. A concepção gráfica precisava também de levar uma Volta e as images do Mundo, de fundo, seem Mais modernas. Em Bruxelas, todas as manhãs, eu não prescindo do Africa 7 Dias. Mas aquilo precisava de uma Volta para o tornar Mais moderns, Mais femininity e Mais Africano.