sábado, 4 de março de 2017

Um estranho almoço

Há pouco, entrei no carro e "olhei para trás", para o longo almoço que hoje tive, com amigos, em casa de outros amigos. Foram mais de cinco horas de conversa, bem acompanhada por belas vitualhas e líquidos adequados. Um almoço divertido, bem disposto, com muitas histórias e ironias qb.

Contudo, foi um almoço estranho. Porquê? Porque nessas cinco horas não se falou do livro de Cavaco, dos SMS de Centeno, de Passos Coelho, de António Costa, de Núncio, dos "offshore", do jornalismo de José Gomes Ferreira, de Ricardo Salgado, de Carlos Alexandre, de Sócrates, das eleições no Sporting, quase nada de Trump, das eleições francesas, do Brexit, da salgalhada europeia.

E, no entanto, falou-se de tanta coisa! Um magnífico almoço.

2 comentários:

jj.amarante disse...

È caso para dizer: há momentos felizes!

Manuel do Edmundo-Filho disse...

Não se esqueceu destas aspas no "jornalismo" do José Gomes Ferreira?