domingo, 13 de julho de 2014

Parabéns, Luis!

A organização deste Mundial de futebol esteve nas mãos de Luis Fernandes, vice-ministro do Desporto do Brasil, um amigo (que também é português) que teve a seu cargo toda a imensa máquina que permitiu montar um espetáculo desta dimensão.

O meu abraço de felicitações ao Luís estende-se a outro amigo, Aldo Rebelo, o ministro dos Desportos que tutelou politicamente toda a estrutura.

Contrariamente a todas as expetativas, o Brasil falhou apenas onde não se esperava: dentro das quatro linhas. Mas, no plano organizativo, esta foi uma grande vitória do país. Que, por isso, está de parabéns.

6 comentários:

Anónimo disse...

"expetativas"

Anónimo disse...

A minha amiga Dilma e o meu amigo Lula também tiveram um papel importante.

Anónimo disse...

Senhor e amigo embaixador Dr. Seixas Da Costa.
Sem conhecer os reponsáveis que em tempo oportuno referenciou, estou de acordo com a sua leitura dos acontecimentos.
Quanto ao desfecho desportivo, dou os meus parabens ao bloguer Silva.
Finalmente estamos livres dos messiânicos informativos (versus Andrades/Benfas).

Francisco Seixas da Costa disse...

Pena é que o Anónimo das 23.13 não tenha nome, para podermos avisar os seus amigos...

Anónimo disse...

Hummm ... não sei não, Sr. Embaixador. Recai sobre esta organização uma acusação grave de fraude/manipulação na fase de atribuição dos grupos. Eu vi as imagens e penso que não há lugar para dúvidas: aqueles papelinhos não saíram de dentro das bolas! E por essa razão, passei o tempo todo a torcer para que o Brasil se desse mal, como uma espécie de castigo...

Cristina

Francisco Seixas da Costa disse...

Cara Cristina. Não confunda as coisas. A organização brasileira nada tem a ver com responsabilidades que sao da FIFA.