segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Teatro livre

Emmanuel Démarcy-Mota é uma das grandes figuras do teatro francês contemporâneo. Filho da atriz portuguesa Teresa Mota e de Richard Démarcy, encenador e autor, dirige atualmente o Théâtre de la Ville, em Paris, e o Festival de Outono da cidade. Emmanuel mantém-se fortemente ligado a Portugal, colaborando com diversas instituições nacionais. E, além de tudo isso, é uma personalidade fascinante.

Desde há dias, o seu espetáculo «Sur le concept du visage du fils de Dieu», de Romeo Castellucci, tem sido objeto de boicotes violentos por parte de grupos religiosos integristas. Com coragem, afrontando a fúria sectária, Emmanuel e o Théâtre de la Ville mantêm a determinação de prosseguir as representações.

A luta pela liberdade de opinião e expressão não tem fronteiras. E estar ao lado de quem a protege e promove é um dever mínimo para quem preze a democracia, Assim, lá irei, num dos próximos dias, ao Théâtre de la Ville para ver o espetáculo e para dar um abraço solidário ao Emmanuel. Quem quiser conhecer melhor este "homem de teatro de Paris cuja pátria é o Alentejo", pode ler aqui

2 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Não conhecia, mas ainda bem que este post me disse que o Emmanuel existia. Não posso ir ao Théâtre de la Ville, mas vou tentar ler a peça.

Noutro registo: Vivó Sporting!!! Ninguém nos pára!!!!!!

Isabel Seixas disse...

Tão reconfortante sempre que nos dá a conhecer personalidades portuguesas que vingaram com empenhamento cá e lá e por aí...Principalmente no teatro onde é extremamente dificil sobressair dada a nossa capacidade de teatralização em diversas áreas...
Oh como deve ser dificil competir.