quinta-feira, 3 de agosto de 2017

O dinheiro dos outros

Nas últimas horas é o "escândalo" com o custo da transferência de Neymar para o PSG, com financiamento do Qatar. Nas revistas portuguesas, está-se agora na fase da "fortuna" de Américo Amorim e nas reportagens sobre as férias milionárias "dos famosos". Abre-se qualquer publicação e só se fala dos "ricos", do seu estilo de vida, dos milhões que movimentam.

O que é que levará as pessoas a estarem constantemente preocupadas com o dinheiro dos outros? A curiosidade será o outro nome da inveja?

2 comentários:

Anónimo disse...

Ele é o materialismo desbragado de um regime marxisto-burguês.
Também será a ncessidade de uma nova burguesia se impôr pelo poder de aquisição mesmo endivando-se até à medula. Pois não tem outra fómula para isso.
Pensam que depois terá de ser o governo eleito por eles que lhes resolverá as suas dívidas.
Este assunto já vem desde 1833 em Portugal. Não é novo.
Só quem apenas frequentou o poder depois de 1975 é que não sonha como isto funciona nos países do sul da Europa ao longo do século XIX. É a luta social para não ter de pagar as dívidas.

Anónimo disse...

Acho que não é tanto curiosidade ou inveja.
Acho que querem mesmo saber como têm possibilidade de pagar tais despesas. Acho que é mais por aí.