domingo, 12 de junho de 2016

Ocidente


A comunidade muçulmana de Marselha deve estar a sorrir. A cidade mostrou ao mundo os hábitos, costumes e valores da civilização ocidental.

11 comentários:

Jaime Santos disse...

Hmmm, não podemos ter um Brexit 'a la carte'? Londres, Escócia e País de Gales ficavam na UE, e o resto da Inglaterra e a Irlanda do Norte saiam...

Anónimo disse...

Fale com o José Manuel. Talvez ele lhe fale dos hábitos muçulmanos de invasão de campo que o levaram a ter de fugir do Egito.

Está cada vez pior...

Anónimo disse...

A Comunidade Muçulmana mundial deve estar mais uma vez envergonhada por ter mais um dos seus como assassino em série. Refiro-me obviamente ao assassino no Estados Unidos que era árabe, ou pelo menos de sua asc~endencia o que para o efeito é o mesmo. Por isso não percebo a oportunidade deste seu post. O Freitas, nestes casos cala-se que nem um rato.

Anónimo disse...

a comunidade muçulmana de marselha deve estar é a perguntar porque é que jovens muçulmanos durante o ramadao se envolveram em agressoes e provocacoes

sao estes miudos dos bairros que vendem droga etc e tal que depois chegam a prisao e se convertem em fundamentalistas.

a comunidade muçulmana de marselha tb se deve perguntar porque é que o terrorista do ataque ao museu judaico de bruxelas foi preso na central de camionagem (la para os idos de 2014)

para saberem que os europeus podem ser uma cambada de selvagens a comunidade muçulmana nao precisa de hooligans, muitos sao argelinos ou de origem argelina e conhecem bem o lado selvagem dos franceses e das oas.

o seu comentario acaba por ser desprovido de sentido. a cidade nao é ocidental, é mediterrânica. a populacao e as comunidades de marselha nao sao oriundas da europa, sao oriundas do mediterraneo. a mentalidade de todos é olho por olho dente por dente. os hooligans nao foram acrescentar nada de novo a cidade.

(alias para os putos arabes o facto de verem alguem a lutar, com violencia e com os ditos no sitio (sao todos loucos, mas bom...)
é uma maneira de se identificarem. a maior parte dos arabes olha para os franceses como fracos porque nao se sabem defender)


cumprimentos

http://www.dailymail.co.uk/video/news/video-1298465/Fans-film-moment-Marseilles-gang-clash-England-fans.html
https://www.youtube.com/watch?v=psUuVMncV4Q
https://www.youtube.com/watch?v=HDoOh5_5guc

CORREIA DA SILVA disse...

Pura e simplesmente...a tribo do futebol !!!

Reaça disse...

A Europa já começou a pagar há muitos anos...mas será cada vez pior!

O meu ídolo de Santa Comba dizia-me sempre que ia ser tudo muito mau,com tantas modernices estúpidas e fora de tempo.

Ai que nostalgia!

Joaquim de Freitas disse...

AUX ARMES CITOYENS

Os selvagens do « futebol » europeu, desvirtuando assim um belo desporto, afrontaram-se em Marselha.
Trata-se de mais uma batalha, duma velha guerra que se arrasta há séculos na Europa: A guerra de religiões!

A milícia local interveio, mas como a sua religião foi desprezada pelos dois campos, ela acabou por desancar nos dois ao mesmo tempo.

Os combates de rua começaram quando os simpatizantes da equipa russa ortodoxa, lançaram garrafas de cerveja sobre os protestantes ingleses bêbados! Lançar garrafas de cerveja é considerado como um insulto na Europa.

A milícia católica francesa utilizou os gases lacrimogéneos e atacou indistintamente os dois campos em conflito assim como os espectadores.

Os habitantes acusam a milícia de atacar o seu próprio povo e exige o derrube imediato do governo Hollande.

Os protestantes ingleses, os católicos franceses e os ortodoxos eslavos detestam-se por causa duma história profundamente gravada no fanatismo religioso e duma longa série de conflitos que vão até às guerras anglo-francesas do XIII° século, e à invasão de Napoleão no coração da Rússia.

O cerco de La Rochelle em 1627 marcou o apogeu das tensões religiosas em França. Concluiu-se pela vitória dos católicos apesar da ajuda que os ingleses traziam aos protestantes.

Entretanto, os ingleses vingaram-se contra os católicos irlandeses!

Os afrontamentos entre os Ingleses apoiados pelos Americanos, maioritariamente protestantes, e os Russos apoiados pelos Chineses, em França, fazem parte duma guerra por procuração entre o capitalismo e o comunismo no mar da China do Sul.

Após que a sua milícia tivesse perdido o controlo do combate, o governo católico francês prometeu de enviar reforços para reprimir toda a gente.

As autoridades católicas Polacas, na previsão de afrontamentos aquando do desafio com os Ucranianos, jà pediu à NATO de pedir contas ao Putine pelos combates de Marselha. Não se pode tolerar uma agressão russa contra um membro da NATO, como o RU.

Ainda bem que os países Árabes não participam no EURO de Futebol … Senão seria mais uma religião em combate !

Anónimo disse...

Pode ser só impressão minha, mas cheira-me que o Freitas tem ou teve alguma paixoneta por alguma árabe. Na França tem uma data delas, com véu ou sem veu. Ai Freitas.

Anónimo disse...

Ler e ver em primeiro a realidade portuguesa , BPN,BCP, Baniff,CGD,etc, etc,só online e sem médias com palas como antigamente as mulas...

Os pavões & aventais continuam....em força a destruir Portugal.





Reaça disse...

No caso dos ingleses, cenas destas no tempo da dama de ferro já tinham todos atravessado a canal da mancha, e só regressavam daqui a uns anos.

A mulher teve tomates de proibir as competições dos clubes ingleses na Europa durante uns tempos bons.

Mas ainda hoje umas certas esquerdas europeias chamam nomes à senhora.

Grande inglesa!

Luís Lavoura disse...

É, o álcool... Por alguma razão os muçulmanos o proíbem...