segunda-feira, 22 de junho de 2015

"Mandela Prize"


Jorge Sampaio acaba de ser indicado como o primeiro vencedor do Mandela Prize, um prémio atribuído pela Assembleia Geral da ONU apenas de cinco em cinco anos, distinguindo personalidades que "dedicaram as suas vidas ao serviço da humanidade, promovendo as finalidades e os princípios das Nações Unidas". O prémio é sempre atribuído, simultaneamente, a um homem e a uma mulher, tendo cabido igualmente à médica namibiana Helena Ndume.

Muitos parabéns, caro amigo! 

7 comentários:

Bartolomeu disse...

Nas comemorações do Dia dePortugal, em Lamego, Jorge Sampaio recebeu do público presente, uma ovação mais efusiva que o atual chefe(zinho) do Estado...

Antonio Cristovao disse...

Quem diria que este homem bom foi o unico presidente que demitiu um 1º ministro?

ECD disse...

Parabéns Jorge Sampaio.
Jorge Sampaio continua a ser o que sempre foi: um líder [aparentemente] soft e uma pessoa ao serviço do interesse publico e defensor de causas . É por isso que como eu muitos antigos associativos o consideram o maior de todos nós. Quando cheguei à faculdade em 1964 colegas associativos mais velhos já diziam isto e com toda a razão

Os jornais e as televisões atafulhados de bola e de outros faits divers quase que não falaram desta distinção

Anónimo disse...

Não posso deixar de me associar inteiramente à última parte do comentário das 12.09.

O que não seria a exploração mediática de um prémio destes (que é world wide, para todos os efeitos) num país como Espanha. Daqui a uma semana ainda estavam a falar disso, não fosse o facto ter escapado a algum espanhol mais distraído.

Nós cá passamos a vida a viver a vida dos outros (vd a cobertura mediática do caso GR, suas desgraças e vitórias ) e raras vezes nos lembramos de nos auto-congratularmos com os nossos feitos. Este prémio é, sem dúvida, um prestígio para o próprio, que o mereceu, mas também para Portugal.
E ninguém se lembrou de abrir um Telejornal com isto.

Reaça disse...

A este homem os meus parabens como português que somos.

Mas que loby estará por traz destas coisaS?

EGR disse...

Senhor Embaixador: repito aqui o que já escrevi noutro lugar: a atribuição do prémio é, sem duvida, uma enorme honra para o Dr. Jorge Sampaio e igualmente o é para o nossso pais.
Também, e não menos relevante, o reconhecimento dos valores em defesa dos quais sempre combateu.
Acompanho aqui o reparo efectuado por ECD relativamente ao facto de a noticia atribução do premio não ter aberto nenhum Telejornal.
Mais um sinal da indigencia reinante na chamada comunicação social.

Anónimo disse...

Só por si, a entrevista dada pelo Presidente Sampaio à CNN, nos momentos difíceis para a independência de Timor Leste merecia um prémio destes. Felizmente chegou. Assenta-lhe que nem uma luva!