terça-feira, 4 de novembro de 2014

PT

A propósito de uma tomada de posição conjunta de várias personalidades, que reclamam uma ação estatal para manter controlo português na Portugal Telecom - o que está a levar à insanidade de qualificar de "marxistas" figuras como Bagão Felix e Silva Peneda -, procura-se colar o declínio da empresa a um "excesso" de influência política, naturalmente dirigindo as baterias ao alvo mais apetecido do ano político cuja contagem degressiva agora começa: Sócrates e o último governo socialista.

Gostava só de lembrar que muitos dos ganhos de grandes empresas portuguesas foram conseguidos nos anos 90 graças à "guidance" política de outro governo socialista*, neste caso de António Guterres, que liderou a entrada em força de empresas nacionais nas privatizações no Brasil, país onde viriam a ganhar escala e a terem fortes lucros, mantendo-se algumas por lá ainda hoje, com vantagens e sem queixas. Nessa altura, não vi ninguém reclamar do "excesso" de Estado.

* Faço uma declaração de interesses: integrei esse governo

5 comentários:

São disse...

rrrrss rssssss

Peço desculpa , mas não consigo evitar o riso quando ouço alguém acusar Peneda e Bagão de marxistas!!

E, certamente, haverá ainda por aí mais algumas pessoas de extrema-esquerda que nem suspeitamos, rrss

Claro que a derrocada da PT é, em última análise, da responsabilidade de Sócrates - como disse , aliás, na "Quadratura do Círculo" Lobo Xavier ...

Se Lisboa sofrer um terramoto , a Direita, qual padre Malagrida, dirá que foi castigo por se ter eleito o engenheiro- para cúmulo, com maioria absoluta da primeira vez!

Bom resto de dia, sem chuva :)

Anónimo disse...

Sempre os mesmos do passado! ler no "Observador" o artigo de Jose Manuel
Fernandes.
A reacção-velhos-do-Restelo não escolhe ser de direita ou esquerda!

Anónimo disse...

Aleivosias desta rasca Direita.
Com este governo de extrema direita e a sua acção e propaganda extremista ultra-liberal tudo é de esperar. O governo vendeu Portugal a pataco. O caso da PT é inqualificável. Mas, quer Passos, Portas, Albuquerque e Companhia apoiam. E, convém não esquecer, os directos responsáveis, como o Bava, ainda são premiados com 5 milhões de Euros pela sangria que fizeram. A PT hoje faz-me lembrar uma daquelas presas da Savana, onde leões, hienas, abutres, etc se vão banquetear. Uma vergonha. de que este governo tem inteira culpa. Aos críticos que refere, só espero que alguém os ouça. Mas não será o ministro sem pasta de Belém.
Lourenço

opjj disse...

Sempre pensei que Belmiro de Azevedo iria acabar com o NINHO dos Bem-abençoados eternos.Enganei-me, alguns - donos de tudo, Capital e Políticos- souberam fazer a SABOTAGEM perfeita e aqui chegados, dizem agora o seu contrário.Só espero que Mário Soares faça falar de vez o seu Amigo RICARDO E.S.
Cumps.

Anónimo disse...

Pode-se gostar ou não de Belmiro, mas toda a gente com visão à distância prognosticava o que aconteceu à PT.

Guilherme.