terça-feira, 28 de junho de 2011

TPI

O Tribunal Penal Internacional (TPI) iniciou um processo contra o líder líbio Mouhamar El Kadhafi e familiares. Nada de espantar, tendo em atenção os inaceitáveis atentados perpetrados, sob a sua ordem, contra populações civis. 

A independência e a legitimidade de ação do TPI, uma instituição cujo prestígio é da maior importância reforçar, muito ganhariam se tivesse a imediata iniciativa de proceder, de idêntica forma, face a outras práticas similares atualmente em curso. Mesmo que aí não haja petróleo nem se verifique uma tão vigorosa reação, salvo no plano declaratório, dos "powers that be" internacionais.

18 comentários:

Carlos Cristo disse...

Pois é, pois é !!!!

Helena Sacadura Cabral disse...

Não sei porquê este seu post fez-me lembrar o juiz Garzon, que agora também está metido numa camisa de sete varas...
É a política dir-se-á. É a justiça a duas velocidades, dirão outros!

Fada do bosque disse...

Sr. Embaixador, eu bem sei que aqui no Ocidente posso estar a tomar uma posição do lado do lobo mau, mas depois de em dois dias e com pouco tempo, ter lido este artigo sobre a Comunicação Social do qual destaco este excerto: «A lavar cérebros de um modo polido e profissional:

"Os media de referência muitas vezes desempenham um papel subtilmente crítico. Frederick Ogilvie, o qual sucedeu ao fundador da BBC, Lord Reith, como director geral, escreveu que o seu objectivo era transformar a BBC num "instrumento de guerra plenamente efectivo". Ogilvie teria ficado deliciado com os seus administradores do século XXI. Na corrida para a invasão do Iraque, a cobertura da BBC reflectia esmagadoramente a posição mentirosa do governo, como mostra estudos da Universidade de Gales e da Media Tenor."» ,encontro no mesmo dia este artigo na net o qual passo a transcrever:
«O Expresso sabe, também, que em casos muito excepcionais, há notícias que mereciam ser publicadas em lugar de destaque, mas que não devem ser referidas, não por auto-censura ou censura interna, mas porque a sua divulgação seria eventualmente nociva ao interesse nacional.»

Entretanto descubro também na net que este homem, que para mim tal como Conh- Bendit, teve a coragem de dizer umas verdades duras como se vê neste vídeo, donde retiro estas palavras, :- "olhem para as vossas caras, vejam que espécie de gente perigosa vocês são! vcs roubam a identidade aos povos, roubam-lhes a democracia e a única coisa que lhes deixam de sobra é nacionalismo e violência!"... e descubro também http://www.mirror.co.uk/news/top-stories/2011/03/12/nigel-farage-s-plane-crash-pilot-denies-threatening-to-kill-him-115875-22983188/, o que devia ser notícia de abertura de um telejornal e que diz: "Nigel Farage (Pic:INS News)

"THE pilot in UKIP leader Nigel Farage’s election day plane crash yesterday denied threatening to kill him and an air investigator.
Justin Adams, of ­Buckland, Oxon, faces six charges at Oxford crown court.
Adams, 45, was remanded in custody for trial in April.
Mr Farage was badly hurt in the crash in Northants." Hoje de manhã vou ao Pravda.ru e descubro ainda este artigo, do qual destaco estes parágrafo:

«Haia é um tribunal canguru configurado para branquear os planos da OTAN e dos lobbies da guerra e das armas que a controlam e, vamos lá ser honestos, tanto a Haia como a OTAN servem como ferramentas muito úteis para os Estados Unidos da América para conseguir que seu trabalho seja feito por procuração. Vejam só o texto de uma carta da Casa Branca, em resposta a uma pergunta sobre por quê os cidadãos americanos estavam a ver centenas de milhões dos seus dólares sendo desperdiçados em uma guerra cujo casus belli parece mais ténue em cada dia que passa:

«O envolvimento da OTAN reduz significativamente o risco e custo para as forças militares americanas e os contribuintes".

Precisamente: Obrigado ao Reino Unido e França e seus amigos na Europa (Portugal está metido nisso também) por fazerem o trabalho para nós, gastando seu dinheiro e não os nossos (entre 50.000 e 100.000 dólares por aeronave por hora, mais 50 mil USD por dia em alojamento) e colocando a vida de seus pilotos em risco em vez dos meninos norte-americanos. As palavras estão lá bem claras para todos lerem e eles vêm da própria Casa Branca.

Fada do bosque disse...

Continuação:

Os EUA nunca deram o sinal verde para que seus cidadãos caíssem sob a jurisdição da Haia. Assim, qualquer palavra proferida por Washington nesta segunda-feira é nula. Se os EUA não reconhecem o tribunal, não tem direito de comentar sobre as suas propostas, por absurdas que sejam.»
Leitura de fundo: Relatório da ONU sobre a excelente registo de Muammar al-Qathafi humanitária. Link no artigo.

Já antes tinha deixado aqui nos comentários este do qual destaco este parágrafo: "NR] O Banco Comercial Português congelou no offshore da Madeira uma conta de 14 milhões de euros da LAP Overseas Unipessoal, a qual é subsidiária da Libya Africa Investment Portfolio que por sua vez é subsidiária da LIA."

Por isso e depois de ler estes artigos e muitos mais, chego à conclusão a que chegou Nigel Farage, estes líderes ocidentais, devem ser muito mais perigosos que o próprio Khadaffy... as pessoas é que não sabem, pois o papel dos Meios de Comunicação no Ocidente, têm como objectivo desinformar para que o negócio da Guerra lhes corra de feição e com a plateia ocidental a bater palmas. Queira Deus que não saia daqui uma guerra temível. E concordo com a conclusão do artigo do Pravda.ru:
"Os cidadãos do mundo, aqueles que estão empenhados na defesa do direito internacional, são tão impotentes eles vão encolher os ombros e não fazer nada? Se sim, então podem as futuras gerações da Humanidade ridicularizar-nos coletivamente, por sermos patéticas amostras de vida sem espinha, por sermos um insulto ao nosso planeta e por sermos o pior aborto ou monstro que a Mãe Natureza já criou."

Anónimo disse...

Afinal as fadas não são só para transformar abóboras em coches... BRAVO, Fada do Bosque!

Mônica disse...

Eu leio sempre pra poder comparar com o Brasil
com carinho MOnica

José Sousa e Silva disse...

Permita-me que o felicite porquanto me parece um Embaixador do Século XXII.
E também, se me permite, quero felicitar "Fada do Bosque" pelo seu super-comentário.

Alturense disse...

Por uma vez, o meu comentário não é inspirado no texto do autor do blogue.

Venho aqui simplesmente para tirar o meu chapéu e aplaudir de pé o(s) comentário(s) da Fada do Bosque.

(Que eu gostaria de ter escrito se tivesse o engenho e a arte que ela possui.)


Carlos Fonseca

Fada do bosque disse...

Muito obrigada é uma palavra que eu devo muito ao Nosso Embaixador em França.
Fiquei sem o meu modelo masculino quando tinha 13 anos, o meu avô. Era um homem bom, com carisma, de Valores muito enraízados e a maior virtude, a paciência. Era um líder mas gostava de me explicar os mistérios do Mundo na medida em que sabia. Com 21 anos perdi súbitamente o meu pai... mas ele pressentiu e chamou-me... queria as filhas ao pé dele. Mas a mais velha timha ido de núpcias e a mais nova estava na UTAD em Vila Real. Era o inverso de seu pai no que toca a paciência para escutar e explicar... bom coração mas muito temperamental... Nesse dia estava estranhamente carinhoso e vi que sofria, quando lhe perguntei o que se passava, pois longe de mim pensar que o iria perder nos meus braços no dia seguinte. Respondeu:- Tenho medo de partir e de vos deixar aqui... um dia a URSS vai atacar o Ocidente com uma bomba nuclear. - Acalmei o meu pai, disse que isso não iria nunca acontecer. Disse que os russos também amavam os seus filhos e coloquei o disco do Sting e The Police, com este nome. Pareceu-me espantado, nunca tinha visto da perspectiva do outro lado, do Direito ao contraditório e fitou-me perplexo dizendo: - Muito obrigada minha querida filha, não sabes o bem que me fizeste. Chorou e estranhei... nunca tinha visto. ao que lhe disse:- Pai, nunca tinha pensado que os russos podem ser como nós?! - Não filha... disse triste.
Passados 3 anos da sua morte caiu o Muro de Berlim.
Jurei para todo o sempre colocar-me sempre no lugar do outro... tentar ver desse prisma e isso acarreta um fardo gigantesco.
Se o Sr. Embaixador soubesse o quanto ajuda esta alma a libertar-se de tanto peso... Se o Sr. Embaixador soubesse o quantas vezes lhe estou grata! É... deixar aqui um desabafo, a um Senhor com esta Autoridade Moral, faz o mesmo efeito de o ter revelado a milhões de pessoas. É para mim o aliviar de muita tristeza. Não convivo bem com as injustiças.
Por isso, muito obrigada Sr. Embaixador, muito, muito. Todos os líderes do Mundo deveriam ser como o Senhor é.
Muito obrigada a quem lê os comentários e partilha o prisma por onde vejo. Muito obrigada a todos. :)

Anónimo disse...

Grande Post! E uma vez mais, excelente comentário o de Fada do Bosque. FSC você tem nesta sua comentadora um factor de interesse adicional no seu Blogue.
Abraço!
P.Rufino

Anónimo disse...

Subscrevo o P.Rufino, e à Fada a minha retribuição sincera .
Isabel Seixas

Helena Sacadura Cabral disse...

Que mais dizer senão que existe, felizmente, gente que lê, pensa e partilha connosco aquilo que considera importante.
A Fada é uma delas. E esta casa - a do nosso embaixador, tem sido um inestimavel local de difusão de ideias.
Parabéns a ambos!

Anónimo disse...

O que o TPI deveria fazer era processar como cúmplices de Kadafi todos aqueles que ainda há bem pouco tempo o recebiam com todas as honras, fazendo com ele excelentes negócios. Enfim, esta história da justiça internacional não passa de uma farsa. Os americanos, entre outros, que o digam ...

Anónimo disse...

Ora, se calhar, nem mais, Anónimo das 14.14.
P.Rufino

Fada do bosque disse...

Nada como um jornalista de excelência... no index, claro, para nos contar as coisas como foram... nem só os americanos são safados.

Anónimo disse...

Não é que a velha se entusiasmou tanto com a Fada do bosque que desatou a rimalhar impropérios e palavrões contra o nosso ocidental capitalismo glorioso, os seus heróis da finança, da política, da comunicação social, e os seus - os nossos - valores? Perplexo, ouvi, escolhi e eufemisei alguns dos arremessos da velha senhora:

não sei se diga ou se é mau que desabafe
porra uma figa tive um béguin por khadafi
talvez me safe

sua altivez no povo líbio interiorizada
era é talvez o que me tem tão fascinada
velha de nada

fascinação que se calhar me continua
ó meu leão ai quem me dera nua e tua
sonho co'a lua

contra o cair das bombas lutas co'a guerrilha
dá-lhes nas trombas te mataram filho e filha
vai-lhes á bilha

tpi diz crimes contra a humanidade
só infeliz os teus bomba é legalidade
barbaridade

e pra roubar petróleo e massa à tua líbia
bombardear te vem a nato nada tíbia
com guerra anfíbia

julgar-te vá que bem te podes defender
mas por alá matar-te não vão-se f....
mas sem prazer.

Fada do bosque disse...

Ora vejamos quem comete crimes contra a Humanidade!
Alguns dados retirados do relatório da ONU em 2007:

A líbia tem o maior Indice de Desenvolvimento Humano (IDH) da África ;

O ensino é gratuito até à Universidade;

10% dos alunos universitários estudam na Europa, EUA, etc... e com tudo pago;

Ao casar, o casal recebe até 50.000 US$ para adquirir seus bens;

O sistema de saúde é gratuito, e rivaliza com os europeus. Equipamentos de última geração, etc...;

Existem empréstimos feitos pelo Banco estatal sem juros.

Foi inaugurado em 2007, o maior sistema de irrigação do mundo, que tem vindo a conquistar o deserto (95% da Líbia) destinado à produção de alimentos.



Porque é que os americanos tomam conta da Líbia?



Três motivos principais:

1 - Possuir o seu petróleo, de boa qualidade e com volume superior a 45 bilhões de barris em reservas;

2 - Fazer com que todo mar Mediterrâneo fique sob controle da NATO. Só falta agora a Síria;

3 - E, provàvelmente, um dos maiores motivos, é que o Banco Central Líbio não é atrelado ao sistema mundial Financeiro.

As suas reservas de toneladas de ouro, dão cobertura ao valor da moeda, o dinar, e permite ficar imune às flutuações do dólar. O sistema financeiro internacional ficou preocupado com Kaddafi, por ter apresentado e quase conseguido, que os países africanos formassem uma moeda única desligada do dólar.

Bombardeamentos...humanitários

1 - A NATO comandada pelos EUA, já bombardearam as principais cidades Líbias com milhares de bombas e mísseis que são capazes de destruir um quarteirão inteiro. Os prédios e infra estrutura de água, esgoto, gás e luz estão sèriamente danificados;

2 - As bombas usadas contem DU (Uranio depletado) tempo de vida 3 bilhões de anos (causa cancro e deformações genéticas);

3 - Metade das crianças líbias estão traumatizadas psicológicamente por causa das explosões;

4 - Com o bloqueio marítimo e aéreo da NATO, principalmente as crianças sofrem com a falta de remédios e alimentos;

5 - A água está imprópria para consumo em grande parte do país. De novo as crianças são as mais atingidas;

6 - Cerca de 150.000 pessoas por dia, deixam o país através das fronteiras com a Tunísia e o Egipto. Muitas vão para o deserto sem abrigo, sem água e sem comida;

7 - Mesmo que o bombardeio terminasse hoje, cerca de 4 milhões de pessoas estariam precisando de ajuda humanitária para sobreviver: sobretudo água e comida. A população da Líbia era de 6,5 milhões de habitantes.


Em suma: O bombardeio "humanitário", acabou com a nação líbia. Fonte
Eu acrecentaria: - Acabar com a União Africana e elevar o o preço do petróleo até aos 200 dólares/barril, que é o preço estabelecido por Kissinger e sua "troupe" para que os campos petrolíferos americanos comecem a ser explorados.

Anónimo disse...

'ah! ganda fada', diz a velha embevecida,
'não é por nada
mas ó querida
salvas-me a vida
ao condenares
esses alvares
que somos nós
pra aqui sem voz
que bem se oponha
à tal vergonha
dos bombardeios
e doutros meios
que em nosso nome
querem se dome
e se aniquile
de forma vil
outro país
que nunca quis
e que não quer
um dono ter.'

Nem reconheço a minha velha senhora, aqui a olhar, séria, pitosga e interrogativa - e, milagre, sem soltar palavrões - a foto da Fada do bosque.