quinta-feira, 20 de abril de 2017

Avenida da Liberdade


O terrorismo já votou. O "quanto pior melhor", que é típico das agendas radicais, já deixou a sua marca de sangue nos Campos Elísios. É preciso resistir à chantagem da cobardia agressora. Se acaso eu estivesse hoje em Paris - e estarei lá para a semana - iria passear naquela que, no dia de hoje, tem de ser a nossa Avenida da Liberdade comum.

7 comentários:

Anónimo disse...

O terrorismo é intolerável a todos os níveis mas....desde 1881, organizado pelos niilistas, muitos regimes são hoje fruto das consequências de acções de terrorismo para desestabilizar os Estados em questão. Até mesmo a V República francesa com as acções da AOS.
A nossa república tem às costas um acto de terrorismo perpetrado frente à população de Lisboa em 1908.
Bem sei que se diz que foi uma acção da carbonária ou..... seja ela lá quem for.
Para mim não há um terrorismo bom.
Desculpem-me mais uma vez o meu comentário "à côté".

Augie Cardoso, Plymouth, Conn. disse...

Ataque islamista mundial.
Ainda havera na Europa homens capazes e com vontade de defender as suas mulheres e cultura ?!?!?
Como dizia o Mao tze tung: o bom revolucionario tem andar como o peixe na agua.....

Anónimo disse...

Espero que, os excessos da Europa criados pelos multiculturalistas laicos, contrários á matriz cristã, favoreceram a criação dos ovos das serpentes radicais que hoje nascem no meio de nós, possam ser evitados pelo acordar na união dos que preferem a liberdade da sociedade que nos permitiu chegar até aqui.

Augie Cardoso, Plymouth, Conn. disse...

Pois e, anonimo 12:12, os esquerdonazistas e burocracias partidarias criaram o charco e agora OS JACARES vem a cassa.
Ha que vaziar o pantano e neutralizar OS INIMIGOS COMBATENTES que armam e querem derrubar a cultura acolhedora. Nao pode haver lugar para islamistas. Tem QUER haver vontade de localizar e eliminar OS OVOS DA SERPENTE.

Augie Cardoso, Plymouth, Conn. disse...

Em 1385 mais ou menos, NA BATALHA DE FARO os portugueses, expulsaram estes islamistas africanos arabes, pra fora de Portugal a caminho do Sultao e do pais das bananas ocupado por sacanas a Espanha. Hoje estao a convidalos um a um.

Joaquim de Freitas disse...

Ora diga lá, Caro Augie Cardoso, ONDE foi criado o charco e por QUEM ? No Afeganistão? No Iraque? Na Líbia? Na Palestina? No Irão? Na Síria? Ou talvez no Vietname?


Luís Lavoura disse...

O terrorismo já votou.

Terrorismo, Francisco? Tem a certeza?

Eu o que ouvi na televisão foi que o assassinato dos polícias foi cometido por um indivíduo com antecedentes criminais e que já tinha manifestado por mais de uma evz o seu especial desejo de matar polícias. Esse indivíduo, ao que parece, agiu sozinho, e não se lhe conhecem quaisquer intenções políticas minimamente consistentes.

Matar polícias é certamente uma tara deplorável e indesejável, mas não é automaticamente qualificável como "terrorismo"...