quinta-feira, 9 de julho de 2015

Jornalismo adversativo

Uma sondagem hoje divulgada, (re)coloca o PS à frente da coligação.

No "meu tempo" as sondagens mediam as distâncias entre os partidos e, confesso, acho que seria útil os portugueses conhecerem a distância atual entre os dois grandes protagonistas partidários - o PS e o PSD. É que ou muito me engano ou estaríamos perante números verdadeiramente históricos. Mas disto parece que ninguém quer saber...

É também muito curioso observar o modo diferente como foram tratadas a sondagem da passada semana e a atual.

No dia de hoje, não há nenhuma notícia - repito, nenhuma! - que não "amorteça" o resultado favorável do PS com uma relativização enfraquecedora - "mas" sem maioria absoluta...

Curiosamente, na passada semana, quando a coligação liderou a sondagem da Católica, ninguém se lembrou do mesmo argumento limitativo. E, neste caso, ele seria ainda mais decisivo. É que não há nenhum cenário político em que a coligação possa governar sem ter maioria absoluta.

(Bom, haver há! Se o PCP e o Bloco lhes derem a mão, como sucedeu em 2011...)

21 comentários:

Anónimo disse...

Bem arrependidos devem estar hoje. Ficaram vacinados e já não voltarão a repetir o erro.

Anónimo disse...

Seixas da Costa é militante do PS, tem pago as quotas? Parece, arengando repetidas vezes a conversa do tonta e proto-fascista* do chumbo do PEC IV .

*Na prática, Seixas da Costa recusa aos dois partidos o direito de defenderem medidas e políticas diferentes, transforma-os em tutores da manutenção do PS no poder, em cúmplices da mesma social-democracia de terceira via neo-liberal e de direita em que se transfomaram os partidos da IS.


Agora quer remeter CDU e BE ao papel calculista dos PS, que defendem medidas diferentes em função do lugar onde estão: na oposição, dizem uma coisa, na situação já mudaram de ponto de vista. Quer transformar CDU e BE em bengalas, que olham para o ovo, vêm se corre o risco de estar no cu da direita de facto e nominal e então votam ao lado da esquerda nominal, nem que essa defenda cortes nas pensões, fim do subsídios do desemprego ou PPP hospitalares entregues ao BES Saúde das isabéis vazes.


Com tal conversa da tanga, Seixas da Costa esquece que que em tempos também Guterres fugiu do pântano. Pela mesma lógica entregou o país à direita da tanga, do Durão Barroso, Morais Sarmento e Zé Luís Arnau(?), do Paulo Portas, porteiros nas Lages e tornou-se assim o PS cúmplice do que se passa hoje no Médio Oriente.

Anónimo disse...

Bom Dia.

Foi Boa a noite de ontem, ali estavam os da direita, do centro da esquerda e estávamos todos em cidadania, prontos a discutir (e discutimos)com seriedade e boa disposição a Europa e um pouco do resto do mundo.
Cascais voltou a ter "gente" de valer a pena sair de casa, como nos tempos idos, mas não esquecidos, em que havia Vereador da CULTURA - José Jorge Letria.

Maria Helena

Anónimo disse...

Isto já entrou na fase de: "Venha o diabo e escolha"!
E nem a do gato nos salva: "Gato escaldado de água fria tem medo" - Temos que levar a banhada e temos!

Anónimo disse...

2017, Portugal:


O Governo português, liderado pelo PM Costa aprovou esta tarde uma injecção de dinheiro público para salvar os bancos.
Recorde-se que foi este mesmo Governo , que conduziu esses mesmos bancos à pré-bancarrota.

Anónimo disse...

o jornalismo adversativo é uma marca do nosso jornalismo já há muito tempo. há outras características como interromper constantemente o entrevistado (principalmente quando não é da cor política do entrevistador) ou mesmo ser insolente. o jornalismo português, tendo caído no militantismo, está à beira da morte. já há poucos jornalista e o que resta são os pés de microfone e os assanhados. como eu gosto de ver certos políticos mandá-los bugiar (o rio, por exemplo)

Ésse Gê (sectário-geral) disse...

Arrependidos? Tem ouvido o que dizem os jerónimos e as catarinas?
Só posso acreditar nos eleitores infiéis, porque os religiosos seguirão os catecismos.

Anónimo disse...

Calma, só falta o Sampaio da Névoa ....!

Anónimo disse...

9 de julho de 2015 às 15:16,,

e tem ouvido o que dizem Schultz, o ministro das finanças holandês com cara de Rui Santos, vital moreira, francisco assis e o que costa cala?

Anónimo disse...

É preciso não querer ver, realmente.

Depois de anos de um governo que querem fazer crer ser um vende-Pátrias responsável pelo estado miserável da Nação, o mínimo que se esperaria era que a "alternativa" fosse amplamente abraçada pela população. Afinal, não é assim. Daí o "mas sem maioria absoluta". O resto são... pieguices politiqueiras.


Catinga
(sem paciência para fazer login)

Carlos Fonseca disse...

Hoje, as arrastadeiras vieram em bando. Começa a fazer mossa é?

Anónimo disse...

Sr. Embaixador,

Bem lhe disse quando saiu a da Católica para esperar pela próxima.
É que quando temos interesse na análise ou somos mesmo bons naquilo que fazemos ou a nossa percepção é alterada e o resultado é deficiente.

Anónimo disse...

Lido por aí:

"Há dias, uns 600 milhões para equilibrar a nossa Segurança Social eram outro crime.

Hoje, os mesmo seres vivos acham que há que contribuir já com um múltiplo desse valor para a Grécia. No BES e na TAP, não estaria garantido que o povo português não viesse a ter custos no futuro.

Agora, o retorno do capital “emprestado” à Grécia é garantido."

Anda pacheco, está falar o moreno !

Anónimo disse...

Boa malha a do anónimo das 13:04.
Ainda há pouco acabei de ouvir o putativo PM António Costa e um tipo até se arrepia! Então é isto que aí vem para salvar o desatre em que estes incompetentes de extrema-direito nos colocaram?
Só espero que quer o BE, quer o PCP cresçam e outros, como o Livre, Agir, etc. a A.R precisa de sangue mais aguerrido e menos do mesmo - PSD-PS-CDS!

Fernando Frazão disse...

Como eu odeio as adversativas...

Majo disse...

~~~
~ , porém,
a esquerda - mais uma vez - dará boa ajuda à coligação.

~ , todavia,
tudo depende do desenvolvimento da situação grega...

~ , entretanto,
já percebemos que não se vão abrir precedentes -
lei de Talião - não haverá perdão para ninguém...
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Anónimo disse...

O Carlos Fonseca devia saber reconhecer uma arrastadeira quando visse uma. Aqui mostra o contrário.

Anónimo disse...

Um comentário,....... lido por aí:

"Dizem que Deus é omnipresente. Nada comparado com o COSTA. Ligo a tv e a primeira imagem que aparece é o COSTA. Mudo para a RTP está lá o COSTA, passo para a SIC e eis o COSTA, sintonizo a TVI et voilá o COSTA. E nas raras vezes que as pantalhas não vomitam cá para fora o COSTA pululam nas ditas cujas legiões de comentadores a tergiversarem sobre o COSTA. Procuro refúgio e sossego nos jornais mas o COSTA consta em todos eles.
O COSTA discursa no PS, em funerais, em movimentos cívicos, até no “5 Para a Meia-Noite”, imagine-se.

Eu não tenho a mania da perseguição, sou perseguido pelo COSTA. Ele emerge em fábricas de Trás-os-Montes, em serranias do Alto Douro, em arraiais do Minho, em hospitais do Porto, em rebanhos na Serra da Estrela, em montados no Alentejo, em todos os bairros de Lisboa, nos pomares da Estremadura, ao lado do quase extinto lince ibérico, nas falésias algarvias, nas fragas das Beiras, na marina do Funchal, no vulcão dos Capelinhos. É sempre o COSTA por todo o lado a botar palavra sem nada dizer.
No próximo dia 13 não se deixe enganar: se vir uma luz brilhar sobre uma azinheira não é uma nossa senhora, é o COSTA.
Passo a noite com pesadelos.

É o COSTA infiltrado na mente. E como mente… Não acendo a luz com receio de ver o COSTA himself. Tomo comprimidos para esquecer o COSTA. Não dá. E ainda provocam efeitos secundários, Soares, Sócrates, Vara. Um horror.
A comida não me sabe bem, iac, parece que mastigo chamuças do COSTA em vez de bacalhau ou cozido à indiana, perdão, à portuguesa. O pivete a caril enjoa-me. Juram-me que é molho de escabeche mas não acredito. É o COSTA certamente. A paprica não cheira assim.
Socorro, não aguento tanto COSTA. Uffffff!
Tocaram à campainha. Aiiiiiii. Será o COSTA???” "

Palavras para quê ??????

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Caríssimo Chico

Felizmente tens as costas largas. Até te chama PS!...

Os anónimos - já o tenho dito e redito - são muito opinativos... mas muito anónimos. Tomem-se os exemplos de quase todos os comentadores que aqui escrevem: o das 12:27 do dia 9 e o das 22:36 do dia 11, ou seja, já ontem.

O ódio é o mesmo; só mudam os nomes; oxalá me engane mas não é com estes que vamos sair da crise e da autoridade e da austeridade. Vejamos o que vão dar as legislativas que se vão chegando...

Abç do alfacinha

Abraham Studebaker disse...

Anónimo das 22:36 Cuidado! Como o Costa está em todo o lado,é ubíquo,mesmo sem querer,num gesto elementar, pode sodomizar-te! Avisa os teus confrades.

Anónimo disse...

Antunes Ferreira conhece Seixas da Costa da croqueterie e dos calculismos das Necessidades. Está convencido de que todos os dez milhões nos conhecemos uns aos outros. Não lhe passa pela cabecita que a minha identificação nada adiante ao reconhecimento. Depois não ando nos círculos protectores de nenhuma clientela, família ou conhecimento público ou privado - que parecem ser os únicos microcosmos em que se mostra capaz de constituir especulações ao estilo lama ventoinheira.

Da não identificação do texto não sai nenhuma capitis diminutio daquilo que lá está subastancialmente escrito

Depois Antunes Ferreira tem dificuldades de leitura do que o cerca e nem percebe onde vota Seixas da Costa.

O autor do blogue, que aprecio ler, já agora, escreve sistematicmanete identificando-se claramente com a área política do PS português, integrou Governo dessa cor, e até deita mão ao argumento canalhas que certa camada do PS tem tentado fazer passar para justificar a perda das eleições de 2011 - um argumento que é democraticamente vergonhoso, que vê na Política a arte do cálculo e não o debate das ideias, o domínio da ordem policial sobre a ordem do político.