quinta-feira, 2 de abril de 2015

Manuel de Oliveira


Um grande cineasta põe fim ao seu mais longo "travelling": a vida

7 comentários:

Anónimo disse...

E lamentável, mas consta que o abutre, vai fazer uma declaração em directo para as televisões.
Esta gente nem a morte de um Homem maior que o mundo respeita.
Manuel Oliveira um herói nacional que nos deixa de alma cheia. Vai em paz
Jose Freire

Majo disse...

~
~ ~ Que tenha sido breve e suave, a sua passagem... ~ ~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Anónimo disse...

Um grande Cineasta e um Senhor. O Le Monde on-line publicou hoje um excelente artigo sobre ele.

Anónimo disse...

Cento e seis anos de modernidade, inteligência e arte.

Muito obrigada, Senhor Manoel de Oliveira.

Ana Paula Fitas disse...

Que feliz expressão de homenagem a Manoel de Oliveira! :)

Portugalredecouvertes disse...


Penso que a obra de Manuel de Oliveira poderia ter sido mais valorizada, vista, estudada, em Portugal

Boa Páscoa a todos

Anónimo disse...

E quando hoje, foi conhecida a morte aos 106 anos, do excecional realizador de cinema que foi Manoel de Oliveira, uma das principais figuras da arte em Portugal, Costa enviou um comunicado escrito; e quem deu a cara pelos socialistas foi Inês de Medeiros. Ora, Costa dificilmente desaproveitaria a oportunidade das condolências nos telejornais...

Terá António Costa aproveitado o hiato noticioso da quadra pascal para a desejada visita á China, que a sua inépcia política, obrigou a ser secreta? Não sei. Mas que as voltas e revoltas da confirmação-desmentido-desaparecimento geram perplexidade... isso é evidente... Afinal, onde está António Costa?