domingo, 26 de outubro de 2014

A hora

Para quem gosta da noite, esta é a melhor noite do ano. No meu caso, ganhei uma hora de leitura! Daqui a seis meses é que é o diabo: vou perder uma hora de sono! Mas não quero perder nem um segundo desta magnífica hora "de borla" a pensar nisso. Mas lá que vai ser chato, vai!

3 comentários:

Jose Martins disse...

Senhor Embaixador,
A mudança,da hora, para mim é uma chatice....
Vivo na Tailândia onde o tempo segue na hora de verão seis horas mais e na do inverno 7.
Assim para a ver e ouvir, agora, o noticiário, por exempo, da uma da tarde, em Portugal, passou para as 8 da noite no país dos sorrisos...
Seu admirador

Isabel Seixas disse...

É uma hora mais de sofrer, quem dá no duro
as horas todas mais uma sem sentido
desaguam os desejos de porto seguro
em todos os poros covil de abrigo

Como em tudo no mínimo duas dimensões
uma hora a mais de prazer quem goza a vida
orgasmos a seco sem saber mesmo as razões
de quem até da chegada faz uma partida

há consensos que moram no contraditório
da mesma forma se sente bem num casamento
como num grande e in sensível velório
emoções penam na euforia e tormento

Muda a hora mas não mudam os novos tempos
tanto se chora para mudar de vez os ventos...

Anónimo disse...

Por uma hora extra de leitura perdi uma opera. Tinha agendado um "encore" do Macbeth da MET no ecran as 11 da manha. Mas... nao resisti a acabar o ultimo romance de Ian McEwan "The Children Act". As 9 da manha olhei para o relogio:'ou me levanto agora, tomo a bica e vou ouvir a Anna Netrebko ou acabo o Ian McEwan.Fui fazer uma bica,voltei para a cama. Ganhou o Ian McEwan que recomendo.

Bom domingo

F.Crabtree