domingo, 26 de maio de 2013

Fim de tarde

Está um belo fim de tarde em Guimarães.

11 comentários:

Anónimo disse...

Sem dúvida! Também quem deve achar um bom tempo por lá, deve ser o Snr. Pinto da Costa. CARAGO!...O sol quando nasce é para todos...

Virginia disse...

Se está:))))

Anónimo disse...

e depois, o sr.embaixador, vem com intelectualidades sobre o futebol...
e depois é o primeiro a abrir as hostilidades....

sportinguistas....

Anónimo disse...

Diria bem em bom portugês:

Óptima tarde !



Alexandre

Anónimo disse...

Afinal o sr embaixador é igual a tantos outros que há por aí.
Só mais polido.


Pessoalmente regozijo-me com o meu exito, numca com o inexito dos outros.

Gente fina é outra coisa!

outeiro

Anónimo disse...

Mas afinal onde foi a Capital Europeia da Cultura?

Mais um avanço sobre os mouros.

O que vale é que dentro de dias estamos a banhos pelos reinos dos algarves.

Saudações.

Guilherme.

Francisco Seixas da Costa disse...

Intelectualidades sobre futebol? Eu percebo: há tardes que não são fáceis. Só que, no que me toca, na política como na bola, dasafio quem quer qu seja a ter-me visto perder o humor. Vá! digam lá!

Anónimo disse...

deu-lhe para o schadenfreude,
mas tambem, um verdinho, pudera...


Anónimo disse...

Disse-se-me convencida, a velha senhora, de que rimallhava e interpretava os sentimentos leoninos, quando me ditou esta noite ao telefone:

a tarde é linda - porque não há de dizê-lo
se tal alegra tanto filhxs pais e mães
cidade berço - a pátria a olha com desvelo
vitória em taça que bem fica a guimarães
e não se perca o humor co'um mau perder
tomara o sporting meu desgostos destes ter

Anónimo disse...

Errata

Na rimalhice da 'velha senhora' omiti, por lapso, a palavra 'tal' no penúltimo verso, que deve ler-se:

'e não se perca o tal humor co'um mau perder'

Carlos Fonseca disse...

Ausente destas "navegações" há vários dias, só hoje li este post.

Tendo o glorioso (não é assim que lhe chamam os seus seguidores?) perdido em duas semanas três taças que pareciam estar ali à mão, é caso para dizer que a frase "perder os três" entrou na linguagem desportiva com um novo significado.