quarta-feira, 11 de julho de 2012

Agostinho

Nestes tempos de "Tour de France", o jornal "Le Parisien" tem trazido memórias das canções criadas em torno da maior prova ciclística do mundo.

Sou hoje surpreendido com uma canção dedicada, em 1989, a Joaquim Agostinho, cinco anos depois da sua trágica morte em 10 de Maio de 1984. Confesso que nunca tinha ouvido falar da existência dessa canção. É uma bela homenagem de uma França que nunca esqueceu os dois terceiros lugares conseguidos no "Tour" (entre oito classificações nos dez primeiros lugares em vários outros anos) e a sua famosa chegada vitoriosa ao Alpe-d'Huez, em cuja famosa curva 14 está um marco a lembrar o feito.

Ouçam aqui a canção.

8 comentários:

Helena Sacadura Cabral disse...

Uma delícia, Senhor Embaixador!

patricio branco disse...

um heroi nacional, como eusebio e outros. Terá alguma rua o seu nome? espero que sim. um busto numa praça na sua area natalicia tambem não ficava mal

Anónimo disse...

Sr. Embaixador, por gentileza dê uma palavrinha sobre o que se passa em Aulnay-sous-bois...quem é como quem diz, uma palavrinha do representante do país, cujo governo exorta o seu Povo a emigrar. Creia-me antecipadamente,muito grato. JCM

HY disse...

Muito obrigado. Só uma pequena correcção: o Agostinho, o meu idolo da juventude, nunca foi segundo no TOur. Terceiro, sim, duas vezes consecutivas, com idade para ser pai de muitos dos outros corredores. Segundo foi na Vuelta(uma vez porque lhe roubaram o primeiro lugar)

Catinga disse...

Raios, também há vitórias morais no ciclismo?

Anónimo disse...

"Joachim Agostino" ? E, provavelmente, foi porque não conseguiu por um til sobre o n...

Isabel Seixas disse...

É, há Portugueses que conseguem fazer memórias á sua passagem, bem bonita a homenagem, também desconhecia.

manelserra disse...

Morte desnecessária por não ter sido feita uma trepanação craniana a tempo... operação relativamente simples que todos os cirurgiões deveriam estar treinados a fazer...