quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Para cantar até amanhã

When I get older losing my hair many years from now
Will you still be sending me a valentine,
Birthday greetings, bottle of wine?
If I'd been out til quarter to three would you lock the door?
Will you still need me, will you still feed me,
when I'm sixty-four?

Oh, you'll be older too - Ah!
And if you say the word, I could stay with you

I could be handy mending a fuse when your lights have gone
You can knit a sweater by the fireside,
Sunday mornings, go for a ride
Doing the garden, digging the weeds, who could ask for more?
Will you still need me, will you still feed me,
when I'm sixty-four?

Every summer we could rent a cottage in the Isle of White,
If it's not too dear
We shall skrimp and save, grandchildren at your knees,
Vera, Chuck, and Dave

Send me a postcard, drop me a line stating point of view
Indicate precisely what you mean to say,
Yours sincerely, wasting away
Give me an answer, fill in a form, mine forevermore
Will you still need me, will you still feed me,
when I'm sixty-four?

44 comentários:

Helena Sacadura Cabral disse...

Linda canção! A propósito!

Anónimo disse...

It seems we can wish you a happy birthday, and sing that song so properly (apart from loosing hair). Is that correct?
Parabéns Sr. Embaixador.

Anónimo disse...

Of course...

Julia Macias-Valet disse...

Com musica o dia sera mais agradável :

http://www.youtube.com/watch?v=tGtSpsYURAQ

Happy Birthday !

mbs disse...

PARABÉNS!!!
(também se aplica a mim mas há já três meses) 8-D

Helena Oneto disse...

Yes dear Ambassador! I’ll send you a valentine, a birthday card, greetings and a bottle of wine!

patricio branco disse...

interessante!
Ao mesmo tempo que lia ia (involuntariamente) entoando (mentalmente) a melodia a que a letra pertence. Agradavel forma de ler!
Belissimo poema, lido assim, não só ouvido.
Tanta coisa que lá está, a quotidianidade, os projectos de poupar, a casinha de férias de verão na praia, os futuros 3 netos, enfim, uma declaração que pede resposta que se sabe será sim. 64, é assim.
Parabens, se fôr o caso.

tulipas disse...

Muito Bonito e Profundo!
PARABÉNS!
Desejos de FELIZ DIA!
Um Abraço!

Francisco Seixas da Costa disse...

Caros comentadores: às vezes, as mensagens saem mais crípticas do que se desejaria. A referência era para o dia de amanhã. Mas fico muito grato pelos prematuros votos.

Anónimo disse...

Já agora um aparte, ao dia de aniversário, acerca da canção:
Porquê sixty 4?
Podia ser fifty 4, seventy 4
4 compreende-se: fab 4
O resto só pode ter a ver com o ano anterior aos 65 (retired) … fab

Por muitos e bons anos

Anónimo disse...

Diz-se das pessoas que nascem nestes dias do ano, que levam 50 anos de avanço... Assim se percebe melhor a "broad-minded" do Senhor Embaixador, que de certeza se delicia nesta altura do ano com a quantidade de "daffodils" que dão cor nas lindas casas de flores das esquinas de Paris. E, porque estamos nos sete dias de festejos à entrada do DRAGÃO, e porque os chineses neste período escolhem os melhores "daffodils" para levarem para casa e atar a meia altura dos pés, uma fitinha encarnada, vou deixá-lo tentado a fazer o mesmo lembrando o poema de Wordsworth, em 1804.

I wondered lonely as a cloud
That floats on high o'er vales and hills,
When all at once I saw a crawd,
A host, of golden daffodils;
Beside the lake, beneath the tress,
Fluttering and dancing in the breeze...

Anónimo disse...

Monsieur l'Ambassadeur
Nous sommes frappés (c'est le moins qu'on puisse dire) du fait ahurissant que vous êtes né le même jour où est né le grand philosophe français Jean-Baptiste Botul,auteur de "La métaphysique du mou" et des essais réunis sous le titre "Du trou au tout".
Hélàs, on nous dit que vous êtes tombé sous l'influence funeste de Crabtree, de la philosophie anglo-saxonne et de la bière chaude!
On vous invite donc à partager nos réflexions, à l'occasion de nos rencontres intelectuelles,que ce cher Dodu la Saumure sait rendre si agréables...
Là, vous pourrez vous écarter de la pensée de Crabtree, un empiriste anglais des plus ordinaires, si vous voulez bien nous excuser.
En attendant votre aimable réponse
Bien à vous
SOCIÉTÉ D'ÉTUDES BOTULIENNES
Paris

Catinga disse...

Ena pá!

Anda toda a gente contente a mostrar que sabe falar línguas estrangeiras. Gente fina é outra coisa, que raio!

(será já da falta dos professores de Português?)

Olhem, aprendam mais uma para poderem brilhar um dia destes:

"Omedetou" (é "parabéns", em Japonês...)

Helena Sacadura Cabral disse...

O Catinga é que sabe. Até mudou a foto...agora a branco e preto!
Omedetou!

Anónimo disse...

Muitos parabens e votos sinceros por que continue a brindar-nos com o belissimo blog.Pena e que o Senhor Secretario de Estado da Cultura nao se tivesse lembrado do Sr.Embaixador para a Presidencia do CCB.Teria sido uma optima pren-da para todos

Francisco Seixas da Costa disse...

Caro Anónimo das 15:50 : o meu amigo Francisco José Viegas nunca me faria uma "partida" dessas!

Anónimo disse...

Sr. Embaixador
Não por esssa razão.Mais simples;
FJV,não manda nada!

Anónimo disse...

A velha Senhora antecipa-lhe, a seu modo, os parabéns.
Um grande abraço meu de parabéns também. (Não saberá, por ora, quem eu sou, mas tenha-me como amigo que muito o aprecia - não à maneira da Senhora, claro):

'embaixador meu amor'
quem dera poder dizê-lo
e sentir o tal ardor
a me eriçar pelo a pelo

mas venho só querer bem
que faça muitos e bons
na companhia de quem
melhor mereça seus dons.

Anónimo disse...

WHEN I´M SIXTY FOUR!
PILAR E EU VAMOS CANTAR BRINDAR ESTA NOITE EM MIRAFLORES COM BOM VINHO!HAJA SAUDE!

Anónimo disse...

Ó Senhor Embaixador, não nos venham dar lições de Botul, que o nosso Augusto Maria de Saa, na sua notável obra filosófica, já arrasou definitivamente o botulismo. Os portugueses nunca se deixam enganar (como se tem visto)...

Respeitosamente

a) Feliciano da Mata

Helena Sacadura Cabral disse...

Senhor Embaixador
Longe de mim entreter-me com a vida privada dos outros porque, como calcula, a minha já chega e até sobra.
Mas este Anónimo, que se me afigura sentimentalmente ligado à Velha Senhora - nem bem sei porquê, mas vem-me sempre à memória a duquesa de Alba -, julgo que ultrapassa bastante o que a sua, dele, Velha Senhora pretende dizer.
Assim, naturalmente, nem a simpática idosa, médica reformada e um pouco pitosga, avalia ou suspeita, o que ele diz em seu nome...

Helena Sacadura Cabral disse...

Caro Anónimo das 12:56
Fiquei deliciada com o post de Vexa e sobretudo às referencias que faz ao melancólico Crabtree que, insinua, virá exercendo influência no pensamento filosófico do Senhor Embaixador.
Impressionada pelas referências feitas à Société d' Études Botuliennes, venho solicitar a sua preciosa ajuda, no sentido de me ser facultada mais informação sobre aquela sociedade.

Helena Sacadura Cabral disse...

Ó Senhor Feliciano da Mata
Não lance mais confusão neste espaço, com essa do botulismo, doença grave e de declaração obrigatória.
Fique-se pelas antenas parabólicas e pelo transporte de mobílias e não venha agora estender a sua área de intervenção a questões que, parecendo de natureza filosófica, são, afinal e sobretudo, do mero foro clínico!
Mais uma vez, deve ter ouvido mal as conversas particulares do seu antigo patrão...

Anónimo disse...

Many happy returns.

Mônica disse...

Sr Francisco
Vou copiar da Helena
Linda canção!
com amizade e carinhod e mOnica

Santiago Macias disse...

Parabéns!

gherkin disse...

Have a wonderful birthday! Me too older than yours 64, with half of the hair gone, still keep,
singing, this time may be till I am 100! Will you then send me a card? I hope!
Best regards,
Gilberto Ferraz

papoila disse...

Muitos parabéns.

Isabel Seixas disse...

Parabéns e Feliz aniversário Sr. Embaixador,também acho que deve continuar a cantar, no mínimo...

Anónimo disse...

Meu Alferes:
Já lá vão 36 após EPAM e Procópio....
Um abraço e continue fiel aos seus VALORES e IDEAIS

Anónimo disse...

64 anos. Benvido ao club !

Goze a vida, com saúde, que tudo passa depressa (como bem o sabe !)
Feliz aniversario e que o possa repetir para o ano, são os meus desejos.
C.Falcao

ARPires disse...

Também não quero deixar passar este dia, sem lhe desejar um bom aniversário.
Anos, muitos e bons, o quanto baste.

Francisco Seixas da Costa disse...

Caro anónimo rimalhador: talvez uma linguagem menos "solta" desse outra dignidade a esta página de comentários, não acha?

Anónimo disse...

Ó Senhor Embaixador, olhe que não há machado que corte a raiz ao pensamento.

a) Feliciano da Mata

driftin' disse...

É habitual passar por aqui, mas tento não me fazer notado - afinal não passo de um intruso nesta espécie de tertúlia virtual. Prefiro apreciar o silêncio dos grilos na berma da estrada.

Hoje, pensei enviar-lhe uma gaivota que lhe recordasse o céu de Lisboa, mas, se calhar, talvez a saudade - a existir - o puxe um pouco mais para cima. Para Trás-os-Montes.

http://www.youtube.com/watch?v=VQ8gvA2rFRw

Parabéns então, sr. Embaixador

Isabel Seixas disse...

Fazer anos

amalgama de diversos amanheceres
com travo a história multiplicada
soma subtração muitos esqueceres
em memórias parca solidão amarrada

"Entorno", permissivo sorte berço nectar formação permanente cultura
isenção empatia que não Me esqueço
holismo sabio, contas fonte segura

Fazer anos sem enganos na razão
percurso de elos fortes seriedade
acreditar Ser, genuino de verdade

Fazer anos a festejar uma vida
partilha, com coragem,destemida
o respeito pela liberdade a lição

Francisco Seixas da Costa disse...

Cara Isabel Seixas: muito obrigado pelos seus versos.

Anónimo disse...

Aqui fica o meu amazónico abraço amigo de parabéns.

JR

Anónimo disse...

Caro amigo
Confirmei que o seu aniversário se celebra realmente hoje, dia 28. Estamos na mesma década, embora eu já vá um pouco mais adiantado. Recordo o nosso primeiro encontro em terras da Noruega em 1980, que incluiu um magnífico paseio pelo Geirangerfjord ofercido pelo Chefe da Delegação norueguesa. Vou tentar descobrir onde guardei as fotos dessa reunião da Comissão Mista.
Parabéns e um forte e amigo abraço
José Honorato Ferreira

Paulo de Abreu e Lima disse...

Muitos Parabéns, Senhor Embaixador!

Anónimo disse...

Caríssimo FSC
Com liberdade, (dign)igualdade e fraternidade (e mais um abraço de parabéns), aí vai a COISA de volta, devidamente eufemisada. Para a Senhora, que exerceu uns tempos no Norte, as duas 'soltas' nem chegam a ser palavrões - e eu distraí-me, sorry. Agradeço a solidariedade do Mata, apesar de não ter ele nada a ver com a poda. 

Cara HSC
A velha Senhora esclarece(?) - eu, calado e (mais ou menos) leal, comme d'habitude, pus parênteses e vírgulas:

inimiga-amiga íntima 
deste anónimo meu triste,
a intimidade resiste 
aos solavancos da sorte

e só vai findar com a morte
minha ou deste meu CALÃO
por quem tenho compaixão,
que paixão nem a mais ínfima. 

somos de resto leais
um/a a(o) outro/a, amiga helena,
com isso não se apoquente. 

prá morte vamos, iguais,
um dia destes, que pena
a gente ambos tanto sente. 

(é destino mais frequente 
terra fria ou forno quente
(sem palavrão, pinga e sexo, 
esta COISA não tem nexo):-)

Anónimo disse...

ERA UMA VEZ

Bem me perecia que devíamos andar pela "mesma geração"

Os últimos dias têm sido difíceis.
Muito pouco inspirada portanto.
Mesmo assim... impossível não lhe enviar
um respeitoso abraço de Parabéns.

(Gostaria de dizer mais duas ou três coisas...enfim, ficarão para outro dia.)

Cecleua disse...

Nos EUA ainda o dia 28 está a meio da tarde, em Paris já será um pouco mais tarde, mas como dizia uma amiga minha, tarde é o que nunca chega!
Desejo-lhe muitos dias felizes, sempre! Parabéns Senhor Embaixador!
Fernanda Costa

Anónimo disse...

Muitos parabéns.
Espero que tenha passado este seu dia de anos com alegria e faço votos por mais um bom ano de vida seguido por muitos outros.
Aceite, Sr. Embaixador, um forte abraço.
Francisco F. Teixeira